*Não fosse o amanhã, que dia agitado seria o hoje!

terça-feira, 31 de julho de 2012


LONDRES - A presidente Dilma Rousseff aproveitou o início da tarde deste sábado em Londres para passear pelo Hyde Park, a maior área de lazer da capital inglesa, e fazer compras com a filha, Paula, por ruas próximas ao parque. A caminhada durou 50 minutos. [...] Durante o passeio, Dilma disse que gostou muito da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, mas, para ela, a festa no Rio em 2016 será ainda melhor: -Gostei, mas vamos fazer muito melhor. Vamos colocar uma escola de samba e abafar. oglobo.globo.com

Vixe! Certamente o encerramento da festa será com Robson Moura e Lino Krizz cantando o hino nacional brasileiro, numa levada “kuduro”, com o refrão, adaptado ao evento: “Ó Pátria amada, Idolatrada,Salve! Salve! Oi, oi, oi; no Ipiranga, uma loucura, as margens plácidas, mexe e remexe, oi, oi, oi... oi, oi, oi” (bisa 3 vexes). Paula Fernandes - nossa Shania Twain tupiniquim - faz a segunda voz no “oi oi oi”. E tudo isso conduzido pela Banda Xeiro Verde, sob a batuta de Rômulo Costa &  Priscila Nocetti, do grupo Furacão 2000. Precisa nem medalhas, mas vai ser preciso muito “kuduro” pra suportar as olimpíadas de 2016.

Já imaginou entrar no eBay e ver um anúncio de uma jovem de 21 anos sendo oferecida como noiva? Pois bem, isso aconteceu nos últimos dias. A americana Diane Hayes resolveu colocar a mão da sua sobrinha em casamento à venda no site de compra virtual. Por um precinho bem camarada: US$ 9,99 (R$ 20). [...] O que teria motivado o anúncio era a preocupação de Diane com os relacionamentos de Emilie. A menina não estaria conseguindo um bom parceiro e, então, sua tia resolveu dar uma "mãozinha". Mas não era qualquer candidato que garantiria a mão da jovem. Havia uma série de requisitos, como “não ter o corte de cabelo do Justin Bieber, piercings ou tatuagens, ter entre 24 e 28 anos, boa higiene, dirigir bem, ter diploma, ser democrata e dedicado a fazer um mundo melhor”. G1oglobo

A ideia não é de toda má, mas precisa ser trabalhada um pouco mais, pois, atualmente, de acordo com a baixa oferta do produto no mercado, não é recomendável fazer tantas exigências como a tia Diane fez. Mas, de qualquer maneira, “a mão” da sua sobrinha tá barata pra caramba!

Por falar em UPPs, Martinho da Vila, depois de dez anos, subiu o Morro dos Macacos, na sua Vila Isabel: -O morro está tranquilo. Mas eu esperava encontrar posto médico, Defensoria Pública, Juizado de Pequenas Causas, escolas. Entretanto, só vi polícia. Ancelmo Gois

Tio Martinho tá pior que a tia Diane, do post acima. Mas quem mandou bem sobre o assunto foi Cacá Diegues para o Globo de sábado. Deixa de preguiça, e pelo menos, lê o resumo: “O recente assassinato da soldado Fabiana de Souza, da UPP da Nova Brasília, no Complexo do Alemão, é uma trágica confirmação do que diz sempre o próprio José Mariano Beltrame, secretário de Segurança do estado — a política de pacificação não resolve todas as questões da favela carioca, ela é apenas um primeiro e indispensável passo para que seus moradores sejam tratados como cidadãos. As UPPs recuperaram um território que estava ocupado por bandidos com armas de guerra, substituíram a opressão de criminosos pela justiça formal do Estado. Teoricamente, os moradores dessas comunidades não têm mais o que temer, eles podem exercer sua plena liberdade garantida pela constituição. [...] Se a UPP não for seguida por escola, hospital, saneamento, defensoria pública, emprego, daqui a pouco a polícia de ocupação terá que ir embora das favelas por inútil. Ou será obrigada a exercer a mesma opressão que o tráfico exercia para se proteger.”

“Temos o costume de considerar a questão pública como exclusiva do estado, único responsável por ela. Precisamos superar essa ilusão, cada um de nós, de qualquer lado, é corresponsável pelo espaço exterior à nossa casa, onde convivemos com os homens e as mulheres com quem formamos uma sociedade.’

“Esta semana, o AfroReggae organizou um primeiro encontro de seus “comandos” com uma população de favela, a do Cantagalo-Pavão-Pavãozinho. À mesa de debate estavam José Magalhães (inspetor da Polícia Civil), Sergio Dantas (oficial do Bope), Robson Holmes (ex-miliciano) e os ex-traficantes Carlos Alberto Santos, o Fofo (que foi do Terceiro Comando), Ademir Salerme, o Ziquinho, e Francisco Tostes, o Tuchinha (ambos foram do Comando Vermelho), e João Paulo (ex-ADA) [...] E, ao final, apoiaram o que Ziquinho, ex-chefe do tráfico em Vigário Geral, chamou de “as 5 facções (polícia, milícia e as três do tráfico) unidas para salvar o mundo”. E tudo começava com o que fazer depois das UPPs instaladas nas comunidades.”

“No dia seguinte, debaixo do Viaduto de Madureira, a Cufa (Central Única das Favelas), liderada por seu secretário-geral, Celso Athayde, inaugurava, na presença de moradores de favela e de autoridades do estado e do município, a LEC, Liga de Empreendedores Comunitários, destinada a atuar nas comunidades ocupadas ou não por UPPs. [...] Além de preparar profissionais para o mercado de trabalho, ela se destina a apoiar empreendedores comunitários, colaborando com os negócios que desejem montar, criando uma nova economia local. A LEC vai também incentivar parcerias com as empresas do asfalto a fim de que se instalem nas favelas, como já anda acontecendo com bancos, supermercados, empresas de hotelaria etc. 

E aí tiozinho, quem sabe tu não faz um show por lá, pra ajudar a comunidade, que há mais de dez anos tu não visitavas? Leia na íntegra o texto de Caca Diegues em:




segunda-feira, 30 de julho de 2012


Agradeça a Andy Bechtolsheim pela pesquisa de cada dia feita no Google. Em 1998, ele assinou um cheque de US$ 100 mil para dois estudantes da Universidade de Stanford - na época, os desconhecidos Larry Page e Sergey Brin. O dinheiro serviria para colocar de pé um projeto de laboratório que tinha a pretensão de organizar o caótico mundo da internet. Quando Bechtolsheim, fundador da Sun Microsystems, fez o investimento, o escritório dos estudantes era uma garagem e a empresa deles ainda não tinha nome. Hoje, o Google vale US$ 199 bilhões. Bechtolsheim é um dos homens mais ricos do mundo. E essa história é o exemplo mais bem acabado do alcance que pode ter um "investimento anjo". Estadão.com.br

Ainda, segundo o Estadão, o Brasil tem hoje cerca de 5.300 “investidores anjo”, mas eu acredito que pra cada um desses “anjos” deve haver, em contra partida, uns 10 “demos”, ou seja, aqueles que têm linhas de crédito aprovadas, diretamente, pelo próprio Belzebu. Quer nomes? Tim, Gol, Claro, Tam, Oi, Bancos privados - sem exceção – Vivo, Agências de Turismo e vai... a lista é grande. Isso sem falar naqueles que investem no patrimônio público em proveito próprio, mas aí e assunto de outros infernos. 

RIO - Usuária do estacionamento do Shopping Tijuca, na Avenida Maracanã, uma mulher que trabalha na região ficou espantada, na quinta-feira, com a ousadia de criminosos. Ao chegar para buscar o carro, um Renaut Clio, na garagem do centro comercial, encontrou o veículo sem as duas rodas do lado direito. Os bandidos deixaram o carro suspenso por um macaco e fugiram. Para dar estabilidade ao carro e evitar danos maiores, a segurança do estabelecimento escorou-o com tijolos e pedaços de cerâmica. Jornal O Globo

Resta saber o que usar para dar mais estabilidade e segurança à segurança do shopping?

Música pop está barulhenta demais e muito igual, diz a ciência. [...] Como já suspeitavam os maiores de 35 anos. Eles [os estudiosos do assunto] compararam um enorme arquivo chamado Million Song Dataset, que "traduz" o conteúdo de letra e música em dados que podem ser esmiuçados, e assim analisaram canções populares feitas entre 1955 e 2010. Com o uso de complexos algoritmos, eles descobriram que as canções pop se tornaram intrinsecamente mais barulhentas e mais insípidas em termos de acordes, melodias e timbres.
"Encontramos evidências de uma progressiva homogeneização do discurso musical", disse à Reuters Joan Serra, especialista em inteligência artificial do Conselho Nacional Espanhol de Pesquisas, que liderou o estudo.
Eles também mostraram que a chamada paleta de timbres empobreceu. A mesma nota tocada no mesmo volume por um piano ou um violão, por exemplo, tem timbres diferentes. Ou seja, os pesquisadores concluíram que o pop moderno tem uma variedade mais limitada de sons. Reportagem de Chris Wickham estadão.com.br

Imagina se restringissem a pesquisa, por exemplo, a música sertaneja, ou pior, a trilha sonora da novela Avenida Brasil... Mas, enquanto os cientistas confirmam o óbvio musical, um dos mais influentes baixistas da atualidade, Ron Carter vai se apresentar, no Auditório do Ibirapuera, em São Paulo, no dia 31 deste mês. E é de graça! Ron Carter, como poucos jazzistas americanos, tem uma relação muito próxima com a música brasileira e já participou de discos de Tom Jobim (com quem gravou 11 discos), Hermeto Pascoal, Rosa Passos, Luís Bonfá,  Airto Moreira Flora Purim, Ithamara Koorax e Milton Nascimento.

Com mais de dois mil álbuns em seu currículo, Carter gravou com outros grandes nomes da música internacional, como BB King, Thelonious Monk, Gil Evans, Lena Horne, Bill Evans, dentre tantos, conforme informa o itaucultural.org.br, que patrocina o evento. Ron Carter, na sua modalidade, é considerado um virtuoso do baixo - baixo aqui é o violoncelo, aquele grandão, que também se toca com um arco... tá ligado? Ron Carter celebra 75 anos e está será a única apresentação na cidade. O site não informa se o musico se apresentará em outras cidades brasileiras.

A edição de domingo do Jornal O Globo veio de “cara nova”, como alardearam por toda a semana que passou. Mas, como achei alguma coisa meio que estranha, fui no velho Aurélio, verificar. E tá lá: “diagramar” é, “determinar a disposição de (os espaços a serem ocupados pelos elementos — textos, ilustrações, legendas, etc. — de livro, jornal, cartaz, anúncio, etc.)” – o grifo é meu.

Então minhas dúvidas eram legítimas, pois das 90 páginas, desta edição de domingo, que incluem os cadernos País, Rio, Economia e Mundo (deixei de fora o Segundo Caderno e o Esporte), 40 paginas inteiras e mais 20 meias páginas são de propaganda. Resumindo e fazendo um conta rápida: 40+20/2 = 50 páginas de propaganda. Sobram, das 90, 40 páginas de texto ou seja 44,4% de conteúdo, digamos, informativo. No verbete “diagramar” a Globo renovou e investiu, pesado, no item anúncio”.

Minha amiga Cacau me esculhamba geral,  por email, perguntando se eu comprei o jornal pra ler ou pra fazer auditoria. É, tem razão... mas são as idiossincrasias da idade ou coisa de quem não tem muito o que fazer - ou tudo isso junto... Mas, insisto, pagar quatro reais por um jornal de 40 páginas é caro pra caramba. Em verdade, a “cara nova” do Globo, foi a minha cara, de espanto. CDantas



sexta-feira, 27 de julho de 2012


cartão corporativo 1  - É como se diz em Frei Paulo: cachorro mordido de cobra tem medo até de linguiça. O caso dos cartões corporativos, em 2008, parece ter surtido efeito no Ministério dos Esportes. Em 2007, lembra? O ministro Orlando Silva gerou polêmica ao usar o cartãozão para comprar tapioca.  Pois bem. Neste primeiro semestre, a pasta só gastou R$ 843,39.
cartão corporativo 2 - Veja como o cartão corporativo do governo virou parceiro da Polícia Federal. Em 2008, quando o benefício passou ser usado nas operações, os agentes gastaram R$ 6.329.157,67 no cartão. No ano passado, foram R$ 12.650.136,43, quase 100% mais. Ancelmo Gois - O Globo

Se o Ministério dos Esportes usou o “cartãozão” pra comprar tapiocas, a Policia Federal deve ter usado na compra de balas! Não?!

O bicheiro Carlinhos Cachoeira prometeu, durante depoimento à Justiça Federal de Goiânia, nesta quarta-feira (25), se casar com Andressa Mendonça "no primeiro dia" após ser libertado. Eles vivem juntos, mas não são oficialmente casados . Ao ser perguntado pelo juiz se era casado, ele afirmou: "É uma pergunta difícil", arrancando risadas do público, e emendou: "Se o MP me liberar, no primeiro dia, tá?", disse, olhando para a mulher Andressa que estava sentada no local destinado aos familiares.
O juiz, então, perguntou o endereço do bicheiro, e ele disse: "Agora tenho que perguntar para ela. Nem sei mais. Estou segregado há cinco meses", disse.
Andressa, então, tentou intervir para falar o endereço ao bicheiro. E o juiz advertiu: "Não pode, não, dona Andressa. É só ele aqui". [...]
Depois, quando o juiz perguntou se ele teria outras observações a respeito das acusações, Cachoeira respondeu: "Só queria falar porque o sofrimento é muito grande, e a oportunidade é grande. Ela me deu a nova vida [olhando para Andressa]. Eu te amo, tá?" E Andressa falou do público: "Eu também."
Advertido pelo juiz de que não poderia falar com pessoas que assistiam à sessão, ele disse: "Essa declaração eu queria fazer em público, e hoje eu estou sofrendo demais porque eu virei um leproso jurídico. Hoje, quem me deu voto, até agora, foi o desembargador Tourinho [...] Isto me dói muito, este processo que eu estou passando, mas um dia tudo vai ser esclarecido e vão saber quem eu sou." G1oglobo

Fala sério, isso tá mais pra “Em Nome do Amor” programa do Silvio Santos, que ficou famoso pelo bordão: “É namoro ou amizade?” Essa CPI, definitivamente é um grande show. Como dizem, se jogar uma lona por cima, vira um circo e dá até pra cobrar entrada. Será o primeiro circo pornopolítico do mundo, com direito a sessões privadas para exibição de hotvídeos. Aliás, todas as sessões, desta trupe, são restritas a adultos. Agora, cá pra nós, aonde será que se enquadra, dentro da análise forense, a figura do “leproso jurídico”? Nem a turma do CSI, seja em Las Vegas ou Miami, sabe disso.

Dennis Hearne, até 1º. De Agosto, quando retorna ao seu país, é o cônsul-geral dos EUA, no Rio. Em entrevista a Mauro Ventura, na Revista de Domingo, Jornal O Globo, falando sobre a grande melhora na infraestrutura do consulado, que atualmente passou de quase cem dias para menos de uma semana, a emissão de vistos, disse: “Emitimos até dois mil vistos por dia. É de grande ajuda para nossa economia esse fluxo de brasileiros. E é um movimento que aproxima nossos povos”.

“Nossos” o que cara-pálida? Esse papo só rola enquanto a turma daqui tiver grana pra gastar por lá e ponto final. Trocando em miúdos: tem americano preocupado com o “nossos povos”, não. E se tiver, seria motivo para nos preocuparmos, pois quem conhece bem esse papo, por exemplo, devem ser os descendentes dos 25 milhões de índios, literalmente, exterminados do território americano, durante todo o século XIX - um dos maiores genocídios da história da humanidade - superou até o dos judeus na 2ª. Guerra Mundial. E tudo em nome da política oficial do governo americano, para realizar seu PAC. E eu disse “por exemplo”.
Xó! Dennis, bate o portão sem faze alarde, leve sua cidadania e identidades e a certeza de que já vais tarde.

Virou unanimidade entre os atletas de todo mundo a crítica que se faz na vila olímpica à escalação de Maria Sharapova como porta-bandeira da Rússia na cerimônia de abertura dos Jogos. A galera preferia vê-la desfilar em trajes de rainha de bateria! tuttyvasques

Vejam, não sou só eu, comunista ativo e de carteirinha, desde minha mais tenra consciência de infante-promíscuo, que torce pela performance desta grande nadadora - Ops! Erro nosso – esgrimista... enxadrista... tudo isso junto, sei lá, tanto faz. 



E outro dia, num noticiário de tevê, apareceu a notícia de um sequestro relâmpago em que um dos sequestradores filmou tudo com seu celular. Fico querendo adivinhar qual a razão para isso e me ocorre que, em muitos criminosos, suas ações talvez despertem um certo orgulho autoral e eles agora têm muitos recursos para documentar seus feitos para a História. De qualquer maneira, presenciamos o primeiro making of de um ato criminoso e espero somente que algum filósofo francês não saiba disso e publique um livro designando essa atividade como uma nova forma de arte, para que depois um porreta de uma agência governamental qualquer ache isso científico e premie com absoluta impunidade qualquer assalto, ou semelhantes, para o qual o seu autor haja preparado um making of de qualidade, gerando empregos e estimulando a arte. É bom viver onde o seguinte diálogo pode ocorrer:
- Então, como se foi de assalto hoje?
- Ah, legal. Só faltou me levar as calças, mas em compensação a crítica considera esse cara o melhor diretor de filmagem de assalto do Brasil, tablete de 12 megapixels, tudo muito profissional. Desta vez eu saio no Fantástico com certeza. Trecho do texto “Luz, câmera, esculhambação” de João Ubaldo para o Globo/Estadão – Leia na integra em:





quinta-feira, 26 de julho de 2012


Roedores 1 - Ontem [quinta, 19], por volta das 20h, uma fileira de ratos invadiu uma sala de professores do Instituto de Educação, na Tijuca, no Rio. Uma das professoras foi mordida por cima da calça comprida e ficou em estado de choque. Ancelmo Góis

Roedores 2 – O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse na terça-feira que não há margem orçamentária para melhorar a proposta de reestruturação da carreira dos professores, apresentada na última semana, depois de reunião com reitores das universidades federais. A categoria está parada há dois meses e o comando de greve avaliou a proposta do governo como insatisfatória. correiodobrasil por email

A moral, da história - Dilma Rousseff e seu Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, visitam uma escola modelo no nosso país. Numa sala de aula do ensino fundamental, repleta de jornalistas, a professora, pergunta aos alunos:
-Onde existem as melhores escolas do mundo?
-No Brasil. - Respondem todos.
-Onde existem os melhores livros escolares do mundo?
-No Brasil. - Respondem.
-E onde existem as melhores cantinas, que servem os melhores almoços?
-Nas escolas do Brasil!
A professora se empolga e continua:
-Onde é que vivem as crianças mais felizes do mundo?
-No Brasil! - Respondem os alunos com a lição bem estudada.
Os tradutores iam informando a comitiva estrangeira, que abanava a cabeça, cética. Nisto, uma garota no fundo da sala começa a chorar. Com as televisões transmitindo ao vivo, Dilma, resolve acudir à menina perguntando-lhe:
-Que tens minha menina?
-Quero ir para o Brasil!

Como disse Mário Quintana “Os livros não mudam o mundo, quem muda o mundo são as pessoas. Os livros só mudam as pessoas”, ou então você pode mudar de país, que nem a “minha menina” da Dilma.

O responsável pelo vazamento de um vídeo íntimo da advogada Denise Leitão Rocha foi o homem que aparece com ela nas imagens, afirmou a assessora parlamentar em entrevista ao EXTRA neste domingo. [...] De acordo com a advogada, ela já está com tudo pronto para ir à Justiça contra o homem que considera culpado. [...] Mas conta que tudo ocorreu em 2006. Ele teria aproveitado para filmar no momento em que ela acordava.
- Foi uma pessoa de seis anos atrás que fez essa maldade comigo. Isso pode ser visto no vídeo, eu estava acordando. Ele vai pagar por isso. [...], prometeu. extra.globo.com/noticias

Acharam o bode e já o colocaram na sala. Agora é esperar pela edição da revista Playboy. Mas cá pra nós, essa moçinha demora pra caramba pra acordar, pois o vídeo tem a duração de, aproximadamente, uns 20 minutos.

“Um novo estudo com análise de genomas de ursos-polares sugere que a história dessa espécie está relacionada [...] ao intercâmbio genético com os ursos-pardos. A pesquisa indica que os ursos-polares se tornaram uma espécie distinta cerca de 4 ou 5 milhões de anos atrás – e não apenas há 600 mil anos [...], mas os animais podem ter continuado cruzando com ursos-pardos até muito mais recentemente.” globo.com

Essa esbórnia, a CPI, finge, que não vê.


Deu a louca - Sexta à tarde, uma escada rolante de descida, no desembarque internacional do Galeão, inverteu o rumo e começou a subir. Com todos de costas. Imagina na Copa. Ancelmo Gois

Espero que esse efeito rewind, na copa de 14, não afete a Esquadra Canarinho que de um momento para o outro – semelhante ao fiasco na França na copa de 1998 - comessem a correr em direção ao nosso goleiro e chutar pro gol. Rafael, o “goleiro oficial”, já foi afastado. A desculpa é uma lesão sei lá aonde, mas minha amiga Cacau, diz que leu no Asahi Shimbun, que o Brasil, secretamente, está treinado goleiros, nas regiões de  Tsurugaoka Hachiman-gu em Kamakura e de Shimogamo em Kyoto, no Japão, para formar  atletas , que além de um exímios  guardiões da pequena área, também deverão atuar como atacantes de defesa, ou seja um marcial goalkeeper samurai. Mas sei não, as vezes Cacau transcende demais da conta, ou nas doses de absinto com suco de melão.

DIVINO - Após fotografar enlaces indecorosos entre Carminha e Max, Lula e Maluf, Demóstenes e Cachoeira, Nina marcou uma audiência no Palácio da Alvorada. Antes de Dilma chegar, a maquiavélica doméstica espalhou fotos da presidenta apertando a mão de Fernando Henrique, assinando acordos de privatização e tocando o sino da Bolsa de Nova York. "Quando criança, fui abandonada por minha mãe na luta armada, passei minha adolescência num vinhedo no Araguaia e, desde então, tramava minha vingança", confessou Nina.

De posse das fotos comprometedoras, Nina chantageou Dilma: "Obriguei a presidenta a ler o Manifesto Comunista, a fumar um charuto cubano e a negociar com os grevistas", explicou a temida doméstica. Nina garante ter fotos comprometedoras de José Serra fazendo surf no Guarujá, mas ainda não conseguiu encará-las. "É preciso muita coragem. Estou reunindo forças", confessou.







quarta-feira, 25 de julho de 2012


Mãe do Brasil  - A Câmara de Salvador realiza hoje, no Paço do Pelourinho, uma sessão pelos 500 anos de nascimento de Catharina Paraguaçu.Como se sabe, Paraguaçu foi a índia oferecida como esposa por seu pai ao náufrago português Diogo Álvares, o Caramuru, com quem formou a primeira família mestiça do Brasil, e que é, por isso, considerada a mãe biológica da nação brasileira. Ancelmo Góis

É uma coisa complicada pensar que Catharina Paraguaçu de Caramuru, possa ser, não só a minha, como também a sua Grande Mãe, mas também a do Sarney, da Paula Fernandes, do Maluf, do Gugu Liberato, do Delúbio Soares, da Marta Suplicy, Gustavo Lima, do Carlinhos Cachoeira, da Carminha&Rita, Galvão Bueno, Michel Teló, Fernandinho Beira-mar, da Sandy&Júnior, Tati Quebra Barraco, Pedro Bilau... preciso continuar?... Obrigado!
Vai ser difícil conviver com essa família. Já pensou juntar esses parentes numa Grande Ceia de Natal? Tá pior que a crença, criacionista, de Adão&Eva. Tô fora! Se é pra eleger a Grande Mãe da galera de Terra Brasilis, prefiro o evolucionismo Darwiniano e traço minha origem cosmo-hereditária a partir da Grande Galinha Pedrês Portuguesa e, com todo respeito a minha vó Elizabeth, me declaro, desde já, originário do Magna Ovum Domesticus.  

“Eu contei e as lágrimas desceram dos olhos dele. O presidente Lula é inocente nisso.” Roberto Jefferson, presidente do PTB, ao depor no Congresso sobre o escândalo do Mensalão no segundo semestre de 2006. Fonte oglobo.globo.com/noblat/

Desempenho digno de um Pôncio Pilatos. Um lava as mãos enquanto o outro chora. Estilos diferentes, mas, politicamente, corretos. 

A crise econômica na Espanha tem deixado a população preocupada. O governo, para reduzir gastos público, preparou um pacote de medidas de austeridade, o que inclui, inclusive, a perda temporária do 13º salário e de garantias trabalhistas. Funcionários públicos são os mais afetados e têm protestado bastante. Na última quinta-feira (19), oito bombeiros posaram pelados em uma pequena localidade do norte da Espanha para protestar contra a política de austeridade do governo, acrescentando assim uma nota insólita às manifestações sindicais previstas para a tarde em todo o país.

Segundo o Wikipédia, o FEMEN é um grupo ucraniano de protesto, fundado em 2008 por Anna Hutsol, com base na cidade de Kiev. A organização tornou-se notória por protestar em topless para contra temas como o turismo sexual, o sexismo e outros males sociais. Nada contra os homens do fogo e muito menos às suas revindicações trabalhista, mas sou mais a performance das meninas do FEMEN.

Ser ou não ser?  1 - Eu, você, minha avó e mesmo um recém formado cheio de sonhos ainda. Para a Fifa, não há diferença. Somos todos corruptos e equivalentes a “Teixeiras” e “Havelanges”. Hoje, o Tribunal da cidade suíça de Zug publicou seu processo contra os cartolas brasileiros. R$ 45 milhões em subornos passaram por suas contas em oito anos. Mas o que mais surpreende no documento não são os valores ou a constatação da obviedade da corrupção que envolvia Havelange em seu reinado.

Em um dos trechos, o tribunal relata como os advogados da Fifa tentavam convencer os juizes em uma audiência de que não viam problemas com a atitude de Teixeira e Havelange e alegavam que a proposta da Justiça de que os cartolas devolvessem US$ 2,5 milhões para os cofres da organização seria impossível de ser implementada. Entre os vários motivos para não pedir o dinheiro de volta, os advogados da Fifa apresentaram um argumento surpreendente: o de que a “maioria da população” de países da América do Sul e África tem nos subornos e propinas parte de sua renda “normal”. blogs.estadao.com.br/jamil-chade 
Ser ou não ser? 2 - [...] Você, eu e a maioria da população brasi­leira teríamos motivos para nos indignar com a afirmação de que nosso salário é normalmente reforçado por propina, vin­da sabe-se lá de onde, e que Havelange e Teixeira só estariam sendo um pouco mais brasileiros do que o normal. Mas nos mesmos jornais que trazem a notícia da denuncia de Havelange e Teixeira e a revelação de que a Fifa nos considera to­dos corruptos lemos que o suplente do Demóstenes Torres, cassado pelas suas ligações com o Carlinhos Cachoeira, tam­bém tem ligações com o Carlinhos Cacho­eira , além de precisar explicar por que deixou de declarar boa parte do seu patri­mônio ao fisco. Fica-se com a impressão de que a Fifa tem razão.

Me lembrei do texto que escrevi certa vez sobre a visita de uma comissão a um manicômio. A comissão é recebida por uma recepcionista, que passa a dar ins­truções desencontradas sobre como che­gar ao gabinete do diretor — “Entrem por aquele corredor marchando de costas e cantando a Marselhesa” — até que vem um médico buscá-la, explicando que se trata de uma louca que pensa que é recepcionista. Mas o médico não é médico, também é um louco passando por médico, e que é levado por um segurança. Que não é um segurança, é outro louco que declara ser sobrinho-neto do Hitler, e é levado por um enfermeiro para o seu quarto. Mas o enfermeiro também não enfermeiro, é um louco que etc, etc. A Comissão  finalmente chega ao gabinete do diretor - ou alguém que pode ser o diretor ou um louco que se passa pelo diretor. Como saber se é o diretor mesmo?
-Não há como saber — diz o diretor — nem eu sei. Mas temos que supor que eu sou o diretor e não outro louco. Senão isto aqui vira um caos! Temos que supor que nem todos são corruptos ou afilhados reais ou simbólicos do Carlinhos Cachoeira. Ser aqui fica ingovernável. Trechos do texto “Quem não é?” de Veríssimo para o Globo.



terça-feira, 24 de julho de 2012


Maria Eva Duarte de Perón... o único título, lhe foi outorga­do, pelo Congresso: “Chefe Espiritual da Nação” [Argentina], soa grandiloqüente e ilustra bem o grau de devoção que os argentinos, especialmente os mais pobres, nutriam por essa delicada mulher. Evita, como ficou conhecida por todos, deixou um país inconsolável com sua morte pre­coce. O câncer a levou aos 33 anos, em 26 de julho. Multidões vieram de todos os cantos para lhe render homenagens ao longo dos 15 dias em que o corpo foi velado. Centrais sindicais pediram sua beatificação, como Santa Eva da América. Nunca se vira no país uma manifesta­ção tão profunda de pesar. Assim como nunca houvera uma mulher tão poderosa na história da Argentina. Evita era adorada pelos humildes, os “descamisados” [...]. Trechos da matéria “Santa Evita da America”, de Juliano Machado, para edição especial da revista Época.

Você não acha que esse perfil da Evita, se encaixa muito bem em um certo político, por aqui, em Terra Brasilis? Não? Prestenção... tem a alcunha de um famoso molusco, também conhecido como Calamar e começa com a letra “L”. Vou ajudar mais um pouco e abaixo dou umas dicas. Marque a que você achar correta:

Letícia Spiller
Lupicínio Rodrigues
Cleópatra
Ignácio de Loyola
Lucrécia Bórgia
Nenhuma das opções acima.

Leticia Spiller pode ter belos moluscos, mas ta fora. Se você marcou Ignácio de Loiola, chegou perto, mas viu o Inácio cantar e não sabe aonde. Cleópatra, você certamente estava pensando em “Liz” Taylor, mas se deu mal, pois o nome da atriz é Elizabeth, por tanto não começa com “L”, nem em português e muito menos em inglês. Lucrécia? Talvez pelas suas estratégias... mas passa longe. O correto, na lista, seria mesmo a última opção, mas como ninguém, ta a fim de engolir sapos, muito menos os barbudos, a resposta correta será divulgada em nossa edição especial de Natal, em Outubro próximo. Lupicínio? Tá maluco!? Quem foi que te deu essa ideia?

No blog de quinta (19) falei en brujas, que, las hay e las hay... pelos menos atuando no mercado milionário dos cosméticos. Mas, pasmem, agora se insinuam pela gastronomia e - pasmem, novamente - ... mineira: “Projeto mineiro quer incluir insetos no cardápio dos brasileiros. Pão de queijo com farinha de barata, bolo de larva de besouro e grilo coberto de chocolate já são preparados por chefs e experimentados por curiosos. Veja outras combinações exóticas. “Uma vantagem dos insetos é que podem ser criados em pequenos espaços. Usam alimentos que não são uteis para o ser humano e dão muito bem com as nossas condições climáticas. Então, é uma opção de alimento para o futuro”, afirma o zootecnista Gilberto Schickler.

O torresminho que se cuide. Já tem chef de cozinha lançando receita com larva para quebrar o preconceito. “Na minha opinião, desidratada é mais agradável. Ele não some, ele fica crocante. Ele está fazendo o papel de uma fruta cristalizada”, explica a chef de cozinha Beth Carmo.  Cruz credo, pé de pato mangalô três vezes! Xô, Beth Carmo. Fonte: g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/

A australiana Michelle Jenneke chamou a atenção no Mundial Júnior de Atletismo, em Barcelona. Nem tanto pela vitória na prova, com o tempo de 13s53, mas sim pela dança que antecedeu largada dos 110m com barreira. A coreografia da jovem de 19 anos, parecida com a de uma cheerleader e inventada por ela mesma, foi parar no telão, para delírio do público presente no estádio. Na chegada, ainda sobrou gás para uma ‘canja’ da apresentação. Veja o vídeo:

Essa menina tem tudo pra ser uma grande tenista...russa.

Assim Carminha a Humanidade - Não há nada de errado com quem não sabe quem é Rita ou Carminha! Não assistir novela é um direito constitucional de todo brasileiro, tal qual ficar calado em CPI ou nunca mais ouvir aquela canção do Roberto, baby! Quem não quiser ver, vai em frente, mas é preciso também respeitar os amigos que por esses dias andam recusando convite para jantar, voltando mais cedo pra casa, perdendo jogo de seu time na TV a cabo, tirando o telefone do gancho depois do ‘Jornal Nacional’… Os rounds decisivos no confronto entre as personagens de Débora Falabella e Adriana Esteves em ‘Avenida Brasil’ têm sido, para quem gosta de pancadaria, muito mais impactantes que a última luta de Anderson Silva com aquele canastrão americano do UFC – com a vantagem de que a novela das 9 não tem narração de Galvão Bueno.
Tem gente que adiou viagem ao exterior para não perder o capítulo em que Carminha promete finalizar a rival – e vice-versa. Em algumas casas de família, até o cachorro da família toma seu posto diante da TV ao primeiro ‘oioioi’ da vinheta de abertura da novela. Se você não sabe o que é isso, sinto muito! Como diria Glória Maria, “não dá para descrever”! tuttyvasques



segunda-feira, 23 de julho de 2012


O velho espírito olímpico não é prioridade na seleção brasileira. A ideia de que o importante não é vencer, mas competir, foi descartada ontem pelo técnico Mano Menezes. A medalha de ouro olímpica é o único título que o futebol brasileiro não tem. E o técnico sabe que um resultado ruim em Londres pode custar seu emprego. Estadão.com.br

Nas suas horas de lazer, lá em Londres, custa nada se cadastrar em sites do tipo manager.com/executivos ou indeed.com/executivo. Como dizem: canja de galinha e um currículo atualizado na praça, não fazem mal a ninguém. E ó, não cai nesse papo do Joel Santana de que “Se toda vez que perder eu tiver de responder se me sinto pressionado... Isso desgasta demais. Eu estou tranquilo, tenho respaldo da direção e sigo confiante.” Quando eu postar esta nota é bem capaz que ele já tenha sido defenestrado do Flamengo.

Um grupo de patrocinadores do Brasil desembarcou em Londres já para os Jogos. Depois de horas no aeroporto, que não dava conta de tantos passageiros, e de outras no trânsito até o hotel, o pessoal foi obrigado a sair do quatro estrelas onde se hospedara por causa de... ratos! O hotelzão, que só tem um ano, é o moderno The Montcalm London City, na Chiswell Street, em pleno centro financeiro. Ancelmo Gois

Dizem as bad línguas londrinas, que isso começou a acontecer a partir da insistente divulgação da bregamúsica “Ai se te pego”, nos tradicionais Pubs nas terras reais. Deu-se o inverso da fábula “O Flautista de Hamelin”, escrito pelos Irmãos Grimm, que relata a estória de uma epidemia incomum acontecida na cidade de Hamelin, na Alemanha, que sofreu com uma infestação de ratos. Até que um dia chega à cidade um homem que reivindica ser um "caçador de ratos" dizendo ter a solução para o problema. Prometeram-lhe um bom pagamento em troca dos ratos. O homem aceitou o acordo, pegou uma flauta e hipnotizou os ratos, afogando-os no Rio Weser. Eu já disse várias vezes que essa bregamusica pode acabar em pandemia; e para meu desespero, Luiz Felipe Pondé afirma que “o futuro do mundo é ser brega”. Salto fora antes!

Brincadeira? A invasão das bregamúsicas, na Europa, já tem reflexos em alguns países desse velho primeiro mundo, haja vista a situação dos chamados GEIP: Grécia, Espanha, Itália e Portugal  – a França, por enquanto, tá fora da lista.  A turma do GEIP, breve, breve, se junta ao BRIKS, que vão sobrecarregar um pretenso Segundo Mundo, que de acordo com a Teoria dos Mundos - originado na Guerra Fria (1945 a 1991) - seria formado pelas nações do antigo bloco socialista. Alguns autores já consideram uma nova definição para "Segundo Mundo", que seria composto pelos países de economia emergente, tais como do grupo BRICS e mais a Argentina e o México, por apresentarem ora características do primeiro mundo, ora do terceiro.

Pra se ter uma noção da situação dos GEIP, a Espanha propôs ao Brasil, substituir gradativamente, suas touradas, pela Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos e em troca mandaria seu excedente de toureiros pra os desfiles das escolas de sambas no Rio e o circuito Barra/Ondina. Algo semelhante ao que aconteceu ao Rock in Rio. O Medina ficou de estudar.

Mas, nem tudo está bregando ladeira abaixo: “Hotel dentro da rocha - Projeto visa a valorizar as características naturais do entorno de resort, escondendo-o na paisagem. Quando um local é conhecido por suas belezas e atrativos naturais, é fundamental que se valorizem esses aspectos. Wadi Rum, na Jordânia, sempre foi um destino conhecido de alpinistas e viajantes em busca dos safáris a camelo e cavalo, em virtude do seu relevo desértico e montanhoso característico, de formações rochosas. Justamente para manter esse apelo e satisfazer a necessidade de acomodações que recebam bem os turistas, a Oppenheim Architecture + Design desenvolveu o projeto do Wadi Resort, um hotel de luxo inteiramente construído dentro de uma montanha. Vale a pena dar um olhado neste link, até pra levantar um pouco a nossa moral.

Depois de receber manifestações de apoio e solidariedade de internautas, Denise Leitão Rocha, o Furacão da CPI, começa a provocar manifestações de apoio de ativistas femininas e até de integrantes do próprio Congresso. Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, Domingos Dutra (PT-MA) vê uma boa dose de preconceito no caso da advogada, demitida do gabinete do senador Ciro Nogueira (PP-PI) por aparecer fazendo sexo num vídeo na internet. Na opinião do parlamentar, Denise pagou o pato pelo machismo que impera na sociedade brasileira.
- Se fosse um homem, será que a reação da sociedade, do senador e da mídia seriam a mesma? Eu acho que não - analisa o deputado. Para Domingos Dutra, a exoneração da advogada teria sido precipitada, a reboque da repercussão nas redes sociais e na imprensa. globo.com

É o show da hipocrisia.  Em minha última postagem (20), “perguntei” ao senador se ele acreditava mesmo que alguém iria reclamar do desempenho de sua assessora. Além de ninguém reclamar ainda estão querendo mantê-la no cargo, em nome do famigerado ”politicamente correto”.

Queria saber se ela fosse, digamos, menos escultural e mais assessora, se estariam, todos, nessa pugna hipócrita antimachista? É impressionante a facilidade de desviar o foco de determinadas situações culpando a mídia - e mais recentemente, as redes sociais. É que nem as religiões que não sobrevivem sem o Demo. Tudo é culpa do demônio, ninguém tem culpa de nada. Há mais de dois mil anos, para azar do Sinédrio - e sorte da Igreja - não existia jornal, senão a culpa da condenação de Jesus recaria sobre a mídia e aí a Igreja, quem sabe, tivesse tomado outro rumo na vida, sendo menos bíblica, menos milagrosa... mas essa prosa faz parte de hipocrisias maiores e portanto não cabe neste espaço.  

Arqueólogos italianos estão convencidos que já descobriram o segredo por trás da pintura mais famosa do mundo, a Mona Lisa, de Leonardo da Vinci. Nesta terça-feira (17), historiadores anunciaram que encontraram uma ossada no convento de Santa Úrsula, em Florença, na Itália, que, supostamente, pode ser da modelo que posou para da Vinci durante a produção do quadro. G1oglobo

Só vou acreditar quando acharem o sorrido dela.





sexta-feira, 20 de julho de 2012





Mundo Cão





INDIA - "Nossa família é pobre. Às vezes passo fome. A cadela não me morde. Eu gosto dela e ela gosta de mim. Eu mamo três vezes por dia e o leite parece doce para mim", contou o menino, de acordo com reportagem do "Sun". "Muitas pessoas não gostam da minha amizade com os cães, mas eu sou feliz. Se a cadela não está perto de casa eu vou atrás dela. Ela sempre fica feliz quando me vê e deixa que eu mame".

Seu nome Chotu Kumar, a reportagem não identifica a localidade onde este menino vive e é  “feliz”.


LINYI, PROVÍNCIA DE SHANDONG - "Se você tiver dinheiro ou bons contatos, você pode ter quantos filhos quiser", disse o mecânico Li, que tem um filho de 4 anos e um salário de 3.000 yuans (R$ 980,00), com o qual nunca conseguirá economizar os cerca de 40.000 (R$ 13 mil) necessários para um segundo filho. A possibilidade de pagamento de multa protege os que têm dinheiro da violência praticada contra os que não têm. "De maneira geral, os ricos não são submetidos a abortos forçados porque eles podem pagar a taxa de compensação social, mas os pobres tendem a ser obrigados a abortar", disse o demógrafo He Yafu, que se opõe à política de filho único. Cláudia Trevisan, Enviada Especial a Linyi, província de Shandong para o estadão -  Leia mais em:

E a gente ainda reclama... 

A Justiça de Jersey abre caminho legal para uma possível condenação do ex-prefeito Paulo Maluf, na próxima semana, e a repatriação do dinheiro supostamente desviado pelo político ao Brasil. A corte do paraíso fiscal no Canal da Mancha rejeitou todos os recursos e apelos acionados pela defesa de Maluf e agora vai começar a julgar o mérito da ação movida pela Prefeitura para reaver US$ 22 milhões. Estadão.com.br

Minha vó Elizabeth, a primeira e única – pelo menos por parte de mãe – já dizia: Meu filho, seja que nem Tomé e desconfie sempre das coisas da internet. Eu acreditava e continuo acreditando nas suas sabias palavras, mesmo que a tal internet só viesse a existir quase vinte anos depois. Morei com minha vó por uns dois anos, e isso faz tempo – há mais de quarenta anos. Nesse tempo nos afinamos bastante, não sei exatamente porque. Ela fazia um feijão preto muito gostoso, quem sabe foi isso... Mas, voltemos ao assunto principal deste post: vamos aguardar e torcer para que a Justiça de Jersey cumpra sua promessa, pra gente comemorar.

Porém, não dá pra encerrar, este post, sem um posfácio. Da. Elizabeth, só se referia aos santos católicos, sem os títulos divinos, ou seja: São, Santo ou Santa, nem pensar, então era Tomé, Antonio, Clara, Bárbara etc... coisa que até hoje, não entendo muito bem. Rola, nas reuniões familiares de Natal, Fim de Ano e velórios em geral, que um dia - quando ela ainda morava na Tijuca, Rio de Janeiro – teria sugerido ao pároco da Igreja de Santo Afonso, na rua Barão de Mesquita, que substituísse o vinho, da santa missa, pelo uísque - e de preferência 12 anos. A coisa gerou um certo mal estar e quase foram as vias de fato quando o pároco a ameaçou de excomunhão, no que ela rebateu que se isso acontecesse mandaria exorcizá-lo, defumaria a paróquia com ervas de arruda e fumo de rolo e espalharia sal grosso no Sacrário. Separa daqui, deixa disso dalí... calma irmãos... respeitem a casa do Pai... enfim, ânimos serenados. Mas a partir daí vovó teria rompido definitivamente com a Igreja e jurado que não reconheceria mais a hierarquia da “santa igreja católica apostólica romana” (e ela falava assim mesmo, com letras minúsculas), enquanto o Vaticano não atualizasse seus dogmas alcoólicos. Enquanto viva, toda vez que editavam o release de uma nova Encíclica, ela ia lá conferir, mas pra sua decepção, sua proposta nunca se efetivou... pelo menos oficialmente.
Tenho cá minhas dúvidas sobre esta versão da estória... sabe como são reuniões de família, mesmos nos velórios, exageram na dose... mas é sempre 12 anos, dizem, em sua homenagem. 

Dessa vez, convenhamos, Fernando Collor não tem por que se queixar da imprensa. Pelo contrário, deve estar até bem satisfeito com a entrevista que sua ex-primeira-dama concedeu ao ‘Fantástico’. Dona Rosane desmoralizou a denúncia ao acusar o ex-marido de, por exemplo, lhe pagar “só” R$ 18 mil mensais de pensão alimentícia. Que mulher divorciada não gostaria de ter um ex-marido assim? “Tenho uma amiga que se separou e tem pensão de quase R$ 40 mil”, resmungou a loura de Canapi.

O ex-presidente pode até não ser o melhor, mas também não chega a ser o pior dos homens na descrição que Rosane fez de sua participação em rituais de magia negra na famigerada Casa da Dinda: “O Fernando ficava durante três dias isolado no porão, dormindo em esteira, com roupa branca. Ele acreditava que assim o mal que faziam contra ele, voltaria!”

Como se muito mais ridícula não fosse a máxima evangélica preferida de Rosane: “Eu não acredito em coincidência, eu acredito em jesuscidência.” Não à toa, a entrevistada do ‘Fantástico’ virou a piada preferida [...] nas redes sociais. O próprio Collor deve estar até agora se escangalhando de rir! Tuttyvasquez

Assisti a entrevista, no dia seguinte, no site da Globo. Confesso que só parte dela, pois não consegui assistir o vídeo completo. Incrível como a Globo as vezes paga uns micos dignos do Ratinho. A Rosane, se tivesse alguma coisa a revelar, deveria tê-lo feito, há vinte anos. Se ela foi ao ar, em horário nobre global, pra reclamar de pensão alimentícia, nos poupe. É a pessoa errada, no horário nobre errado e na tribuna errada. 

Noam Chomsky, professor de Linguística no Instituto de Tecnologia de Massachusetts, considerado atualmente o mais importante intelectual vivo, elaborou um verdadeiro tratado sobre manipulação de opinião e “a importância adquirida pelos meios de comunicação na batalha diária de fazer cabeças”. Dentre os principais itens (são dez), destacamos o seguinte: “O apresentador deve dirigir-se ao público como criaturas de pouca idade ou deficientes mentais. A maioria da publicidade dirigida ao grande público utiliza discursos, argumentos, personagens e entonação particularmente infantil, muitas vezes próxima da debilidade, como se o espectador fosse uma pessoa de pouca idade ou um deficiente mental.” Fonte wikipédia
Como dizia o coronel Pantaleão, personagem de Chico Anysio: -É mentira, Terta?

O senador Ciro Nogueira (PP-PI) disse ao G1 na noite desta quarta-feira (18) que a assessora Denise Leitão Rocha deverá ser demitida quando voltar do recesso, em agosto. Ela seria a mulher que aparece em cenas de sexo em um vídeo que circulou dentro no Senado. "Tudo leva a crer que ela vai ser afastada definitivamente", disse ao ser questionado sobre a demissão. "Não vou passar o resto do mandato dando explicação sobre uma situação que aconteceu", completou o senador, que diz não saber como o vídeo foi feito nem como vazou.

"Eu preciso de uma assessora nas comissões, que faça o trabalho. Não posso ter uma pessoa que não vai conseguir desempenhar o seu mandato né? Pelo jeito que estão indo as coisas...", disse. "Não posso ter uma celebridade, não é esse o trabalho". [...] Nogueira repetiu que a assessora cumpria bem o trabalho como assessora jurídica. "Era uma funcionária exemplar, desempenhava muito bem as funções dela. Nunca tive nenhuma reclamação", afirmou o senador. G1oglobo

Concordo quando o senador afirma: "Era uma funcionária exemplar, desempenhava muito bem as funções dela. Nunca tive nenhuma reclamação". Senador, cá pra nós, acredita mesmo que alguém vá reclamar do desempenho de sua assessora? Pelo menos no vídeo, ela é bem eficiente. Mas senador “celebridade” é por demais elegante, a turma do cafezinho dá outra qualificação a assessora, mas deixa pra lá, o Sr. já deve tá cansado de ouvir.

Mas segundo o site globo.com, de ontem (19), “Denise, no entanto, não deve ficar de mãos abanando. Pouco após o início da CPI, um emissário da revista Playboy a havia procurado. Naquele momento, a assessora rejeitou de pronto a proposta. Com o surgimento do vídeo, na última sexta-feira a revista fez nova investida. Aos 30 anos, praticante de fisiculturismo e com algumas intervenções cirúrgicas para maximizar os predicados que Deus lhe deu, Denise foi aconselhada por amigos a aproveitar a oportunidade de saltar para a fama.”

O senador Ciro Nogueira – e não se sabe exatamente baseado em que - garante que o vídeo não foi gravado nas dependências da Casa. É o mínimo que a população espera, pois senão vai ser mais animado assistir ás cenas de sexo explícito, geradas pela TV Senado, do que aos insossos arrochos, em baixo dos cobertores, na Casa do BBB, da TV Globo. A certeza disso tudo é que Denise não deve sair dessa só de “mãos abanando”, vai também desventilar sua conta bancária, sua... mas deixa Denise pra lá, desabanando o que melhor lhe aprazer, para “saltar para a fama”, quem nem uma verdadeira “heroína big sister”, como alardeia Pedro Bilau, na moral.



quinta-feira, 19 de julho de 2012


Os novos biônicos – Assim como foi aprovei­tado o escândalo do sena­dor Demóstenes Torres para pelo menos se tentar aca­bar com o voto secreto em sessões de cassação, o de­sembarque do suplente de­le no Congresso, Wilder Pe­dro de Morais, pode ser ins­pirador. No caso, para outra tentativa de moralização: aca­bar com a figura do senador sem voto, o suplente. Qua­se sempre um financiador da campanha do titular, um parente, amigo, alguém sempre de absoluto desconhecimento do eleitor.

Wilder chega com credenciais desabonadoras: gravações indicam ter sido ele indicado a Demóstenes pelo próprio Carlinhos Cachoeira. É um exemplo das transações feitas na escolha de nomes que poderão decidir assuntos estratégicos para o país. Hoje, 16 dos 81 senadores jamais receberam um voto. Instalou-se no Senado um sistema de degradado dos “biônicos” da ditadura. “Opinão” - o Globo

Pararmos pra pensar, essa estratégia é um perigo. Imagina se um facínora da laia do Maluf se elege pro Senado e tem como suplente um alucinado do tipo Silas Malafaia e vai que cassam o hipotético Maluf? Ou até parcerias bem piores do que as imaginadas acima – se é que já não existem. Lembre: Collor está lá! Dos 81, hoje são 16, pertinho, bem pertinho, dos 20%.
Se essa moda pega – e em relação a estratégias políticas tem tudo pra pegar – breve, como sugere o editorial do Globo, poderemos ter um Senado, sem o mínimo compromisso com o eleitor. Minha amiga Cacau, cheia de maldade pra dar, pergunta: Iria mudar alguma coisa? Já não é assim? Quase que respondo “-É verdade”, mas preferi me calar.

Os velhos métodos - O senador Wilder Morais, que assumiu o mandato que pertencia ao senador Demóstenes Torres, vai receber cerca de R$ 13 mil reais referentes ao mês de julho. Desde que assumiu o cargo na última sexta (13), ele não voltou à Casa. [...] Segundo a assessoria de imprensa do Senado, Wilder terá direito a receber o valor proporcional aos dias depois que assumiu referente ao subisídio pago aos parlamentares, no valor de R$ 26.723,13, mesmo sem comparecer ao Senado no período. Wilder também receberá do Senado uma ajuda de custo para as despesas com a mudança. O valor da ajuda de custo não foi informado pelo Senado. G1oglobo

Na quarta (18), o Congresso entrou em recesso e só retomará os trabalhos em 1º de agosto. Não dá pra comentar nada, pois se o fizesse correria o risco de ter a minha conta no Google bloqueada e o blog fora do ar. Então... calado!

Em um zoológico russo, uma mãe chimpanzé abandonou seu bebê logo após o parto. Uma tratadora, preocupada com o futuro do animal, resolveu levá-lo para casa. Mas o que ela nunca imaginou é que sua cadela, da raça mastiff, ia adotar o macaquinho como um de seus próprios filhos. [...] revistaepoca.globo.com

Dizem, as проклятие язык (*), que a cadela só está engordando o filhote pra ceia de fim de ano. Sei não, mas pela foto, se eu fosse o macaquinho, ali pelo final de outubro, início de novembro, me mandava... da Rússia. Até bem pouco tempo, dizia a lenda, que comunista comia criancinhas. Imagina então os cachorros comunistas que, como também reza a lenda, seguem os hábitos dos seus donos. Mesmo sabendo que a estória das criancinhas é coisa da CIA e que comunista, atualmente só existe mesmo na cabeça do Fidel, é bom o macaquinho se precaver - ele ainda é muito novinho e pode colocar sua mão em cumbuca - pois vai que o mastiff seja chegado num Hugo Chaves e apoie Revolução Bolivariana, na Russia!? – (*) “malditas línguas” em russo.

Para atender a tantos anseios estéticos, a indústria da be­leza vive correndo atrás dos mais diversos ingredientes para rechear os potes de cos­méticos. Depois de pesquisas em laboratório, apresenta­ções em congressos derma­tológicos e aprovação de ór­gãos controladores, nasceu uma nova leva — um tanto exótica, diga-se — de ativos, que já chega por aqui. A pri­meira parada são as farmácias de manipulação; a segunda, as prateleiras de cosméticos.

Aceita uma poção com ve­neno? Se quiser dar uma re­juvenescida básica, não faz mal algum: é a aposta da vez. O aminoácido melitina, presente no veneno da abelha, é um que foi parar nos creminhos para o rosto. Ele “engana” a pele, transmitindo a sensação de uma picada e desencadeando uma reação capaz de aumentar a produção de colágeno e elas- tina. Já o veneno da serpente possui efeito semelhante ao da toxina botulínica, favorecendo o relaxamento dos músculos. “O da cobra é, na verdade, sintético, reproduzido em la­boratório — esclarece a dermatologista Juliana Carnevale. “ Funciona como um com­plemento à toxina botulínica”. Ainda na categoria esqui­sitices do reino animal, Ju­liana conta que a baba dos caracóis também tem lá suas propriedades. “É um antioxidante capaz de amenizar as linhas de expressão e me­lhorar a elasticidade da pele, além de hidratá-la”. É o que afirma a derma­tologista Bruna Félix, coordenadora do Departamento de Cosmiatria da Sociedade Brasileira de Dermatologia.
Matéria de Isabela Caban para a Revista de Domingo do Globo.

Tu pode não acreditar, pero que las hay ¡las hay! E estão ganhando uma grana preta... ou seria negra, que nem as penas da gralha, o pelo aveludado das tarântulas ou a língua do sapo-cururu, que canta na beira do rio, pra dizer que tá com frio... oh maninha!

Uma multidão de manifestantes se aglomerou no domingo em frente ao consulado dos EUA em Alexandria (Egito), onde se encontrava a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, e gritou em fúria: "Monica! Monica! Monica!", [em referencia] à estagiária Monica Lewinsky, com quem o marido de Hillary, Bill Clinton, teve um caso quando era presidente dos EUA. http://oglobo.globo.com/blogs/pagenotfound

Como dizia Walter Lantz: “O mundo é mau, feito o pica-pau!”