*Não fosse o amanhã, que dia agitado seria o hoje!

segunda-feira, 31 de março de 2014

Divina comédia

O problema é que deixaram de representar o povo para representar as coorporações que os alimentam financeiramente. Abandoram os ideais e deixaram-se corromper. Muitos foram criados por pessoas de bem, com bons ideais, mas os partidos cresceram e fizeram alianças devastadoras. Nasceram bons, mas foram corrompidos à medida que foram crescendo. Muita gente ambiciosa passou a integrá-los, desvirtuando tudo o que era bom até transformá-los em verdadeiras facções criminosas que, apenas, lutam pelo ponto que usarão para subtrair o erário.”  Fonte #AnonymousBrasil

Em pé, a esquerda, Felipão

José Maria Marin, de 81 anos, não deve deixar a CBF com a provável eleição de Marco Polo del Nero para suceder-lhe na entidade, dia 16 agora. Será candidato a uma das cinco vice-presidências da CBF, cargo que ocupava antes da renúncia de Ricardo Teixeira.  Ancelmo Gois/O Globo

O que espanta, na notícia, não é José Maria Marin, deixar a CBF aos 81 anos, são “as cinco vice-presidências da CBF”. Não é bolinho não! Imagina se a gente ganha a Copa e o governo se empolga com essa ideia? Vixe! O Itaú irá a loucura. Agora, cá pra nós, dá pra confiar num cara que atende pelo nome de Marco Polo del Nero?

A divina comédia: "Estamos no purgatório. Se ganharmos a Copa, vamos para o céu. Se perdermos, vamos todos para o inferno. Eu já falei isso para o Felipão" José Maria Marin presidente da CBF – clique aqui e confira

Pelo menos 700 balas de fuzil calibre 7.62 que foram desviadas da Força de Pacificação do Exército, que atuou nos complexos do Alemão e da Penha até 2012, foram revendidas para traficantes do Primeiro Comando da Capital (PCC). O caso vem à tona às vésperas da ocupação da Maré. O Ministério Público Militar (MPM) ainda investiga o sumiço de outros 28 mil cartuchos de fuzil 7.62 da ocupação no Alemão.

As 700 balas foram repassadas por dois militares do 28.º Batalhão de Infantaria Leve (BIL), com sede em Campinas, ao traficante Luciano Santana Barbosa, o Malaca, de 35 anos, segundo denúncia do MPM. Denunciado pelo crime de receptação, Malaca teve a prisão preventiva decretada pela Justiça Militar no dia 20. Se condenado, pode pegar até cinco anos de prisão. Acusado de integrar o PCC, Malaca está foragido desde julho de 2010, quando escapou do Presídio de Pedrinhas, em São Luís (MA). Clique aqui e confira

Pra ficar redondo, que nem uma skol, é só acrescentar KILL à sigla BIL - que identifica 28.º Batalhão de Infantaria Leve. 700 balas de fuzil calibre 7.62 e 28 mil cartuchos de fuzil 7.62 é a realidade oficial, imagina a vera. Só mesmo Cardozo e sua turma para tentar-nos a acreditar que os Black Blocs são a grande ameaça à democracia do país.

É como diria minha vó, Da. Elizabeth, a primeira e única - pelo menos por parte de mãe: “Meu filho, pernas pra que te quero, pois um dia é da caça, mas os outros trezentos e sessenta e quatro são do Caçador, portanto, nesse jogo, as chances de seres a caça são de 99,997%. Isso se o ano não for bissexto.”
Não conheço seu nome ou paradeiro
Adivinho seu rastro e cheiro
Vou armado de dentes e coragem
Vou morder sua carne selvagem.

Varo a noite sem cochilar, aflito
Amanheço imitando o seu grito
Me aproximo rondando a sua toca
E ao me ver você me provoca.
Trechos da música Caçada de Chico Buarque

Falar do golpe de 64 tá na moda né, então vamu lá: Essa música, “Caçada”, dentre outras, foi uma das que a Censura - criada través do AI5, pelo golpe militar de 64 - não entendeu a letra e deixou passar. Mas a relação entre Chico Buarque e a Censura, durante a ditadura militar foi difícil. Os recursos do compositor para escapar do crivo dos censores ficaram bastante conhecidos: utilização de palavras ambíguas (Cálice), inversões irônicas (Deus lhe pague), pseudônimos (Julinho da Adelaide e Leonel Paiva) e ainda construções de versos dotados de duplo sentido (Corrente).

A edição do AI5, em 13 dezembro de 1968, regulamentou e intensificou a ação da Censura. O artista, que já tivera músicas vetadas desde o início do golpe militar, sofreu, a partir de então, várias intervenções em sua obra, até que no dia 18 de dezembro, Chico foi retirado de dentro da sua casa, levado para o Dops (Rio de Janeiro) e depois para um quartel do Exército.

Após o interrogatório, foi informado de que deveria comunicar às autoridades militares toda vez que pretendesse sair da cidade. Era muito constrangimento e desconforto para quem preza e defende a liberdade. Ele já tinha agendada uma viagem para participar de uma feira de disco na França. Dali seguiu para Roma, onde deveria gravar um disco, e lá ficou até março de 1970. Fontes: wikipédia e “Chico Buarque – História de Canções” livro de Wagner Homem.

Um último desejo...




Nota de pura hipocrisia: Em 15 minutos, polícia do Rio ocupa Maré - Sem nenhum tiro, mais de mil policiais participaram de operação que tem como objetivo instalar nova UPP. Dois foram presos. Ação teve apoio dos traficantes da Maré, Ops!, dos blindados do Exército. Clique aqui e confira.

sexta-feira, 28 de março de 2014

A Casa da Vó Joana(*): vidências, profecias, previdências e o escambau...

Os acontecimentos revelados pela imprensa sobre malfeitos na Petrobras são de tal gravidade que a própria titular da Presidência, arriscando-se a ser tomada como má gestora, preferiu abrir o jogo e reconhecer que foi dado um mau passo no caso da refinaria de Pasadena”. Fernando Henrique Cardoso, ao apoiar CPI para investigar a Petrobras

A senhora está indignada por descobrir desconhecer várias coisas no caso de Pasadena?
Eu sou a presidente da companha em cima de um caso que é delicado. Não aceito descobrir que estou falando um número e o número correto é outro, e nem aceito tratar um assunto em que me venha um comitê, um board de representantes das partes que eu não saiba. E eu não aceito isso de jeito nenhum. E não fica pedra sobre pedra, não fica. Mas não fica, não fica...
Mas Pasadena foi um erro?
Eu preciso da comissão de avaliação... Não tenho bola de cristal para saber como será a economia. Cláusulas contratuais precisam ser avaliadas sim e explicitadas em algum nível ao conselho. Quando se trata da aquisição de 50%, pois foi uma parceria entre Petrobras e Astra, com valores da época e projeções da margem da época, foi um negócio que se mostrava potencialmente atrativo. Com a mudança da economia e das aplicações das fórmulas de put option, da negociação, dos valores que se apresentaram e com a queda absurda de margem, não seria um projeto que a gente repetiria. Trecho da entrevista, com Maria da Graça Foster – presidente da Petrobras - a Ramona Ordoñez e Bruno Rosa/O Globo em 26/03Clique aqui e confira

De acordo com reportagem publicada pelo jornal Folha de S.Paulo, a Petrobras conhecia há pelo menos sete anos o comitê interno de proprietários da refinaria de Pasadena. Segundo a publicação, os detalhes do comitê e de suas atividades são descritos no acordo de acionitas, ao qual a Folha teve acesso, assinado em setembro de 2006 pela Petrobras e pela belga Astra - sua então sócia na refinaria. Na quarta-feira (26), em entrevista ao jornal O Globo, Graça Foster, a presidente da estatal, afirmou desconhecer completamente a existência do comitê. Clique aqui e confira

l Sobre o imbróglio Petrobras X Pasadena Maria, sem graça, afirmou: “Não tenho bola de cristal”. Em 21/03/2013, após ser criticado durante audiência pública no Senado, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que nem todas as previsões feitas pela equipe econômica do governo dão certo: Minha bola de cristal pode ter tido alguns defeitos passageiros, mas ela costuma funcionar, afirmou Mantega, na época – clique aqui e confira.

Recentemente o governo solicitou ao Serviço Federal de Processamento de Dados - Serpro - a criação de diversos mecanismos eletrônicos, num vasto pacote operacional antibisbilhotagem, para “combater” as espiadelas da agência americana NSA. Com base nisso, a pergunta, viral, é: Será que já não passou da hora do governo brasileiro solicitar aos mestres da Hogwarts - Escola de Magia e Bruxaria, onde se formaram, entre outros, Harry Potter e sua turma – atualização para os sistemas operacionais das bolas de cristal da administração pública?

A família de Sérgio Guerra, o deputado tucano falecido no início do mês, vai receber dos colegas do marido na Câmara R$ 913.930,02. Cada deputado contribuiu com R$ 1.781,54. É uma norma antiga. Toda vez que um deputado morre no exercício do mandato, os outros fazem uma espécie de caixinha para a família. Ancelmo Gois/O Globo

Esse tipo de “fidelidade”, também acontece na liturgia de celebração de casamentos, em quase todas as igrejas ditas cristãs. Coisa do tipo: Eu, fulano(a), recebo-te, por minha esposa(marido) e de hoje em diante estarei a seu lado para o melhor e o pior, a riqueza e na pobreza, na doença e na saúde, até que a morte nos separe... só que na Câmara eles levam isso a sério. Como disse o Gois, “é uma norma antiga”. Tá certo, mas o problema é que opera com o meu, o seu, o nosso dinheiro. Fazer fidelização previdenciária com o dinheiro dos outros é mole. Já não lhes bastam todas as mordomias em vida?

Hoje, prestes a completar 86 anos (em 1º de maio), Delfim diz que não se preocupa com o veredito dos livros. Em entrevista, na última segunda-feira, diz que “não tem nada do que se arrepender” e defende o legado de 1964, ao afirmar que o governo João Goulart “estava completamente desorientado”. Durante a conversa, reagiu com veemência em dois momentos. No primeiro, negou interferência dos militares na gestão econômica. No segundo, rebateu a ideia de que sua gestão na Fazenda foi facilitada pelo regime de força. Segundo ele, tudo o que foi feito caberia num período de democracia plena. Abaixo, trechos da entrevista:
Os militares tiveram influência na sua gestão?
Nunca, nunca entrou no meu gabinete um oficial fardado. Nunca, nunca houve a menor interferência militar na administração civil.
Durante a análise do texto do AI-5, o senhor defendeu uma concentração ainda maior de poderes. Por quê?
Fizemos uma reforma tributária que durou 25 anos. Em 1973, o Brasil era citado pelo Banco Mundial como exemplo nessa área.
Quer dizer que no tempo dos militares as coisas eram melhores?
É você que está dizendo isso.
O senhor já disse que não tinha conhecimento de casos de tortura. Mas é difícil imaginar que um ministro tão poderoso não soubesse de nada.
Tortura é condenável em qualquer hipótese. Uma vez perguntei ao presidente Médici se havia tortura. Ele me disse que não. Nós ouvimos, como todos, coisas aqui e ali. Acreditei nele.
Não deveria ter acreditado tanto?
Confiei porque era um sujeito correto, decente.
Nesse ponto, os militares deveriam se retratar por alguma coisa?
Aconteceu, aconteceu. Houve coisas que foram deploráveis. No fundo, se fez um arranjo no governo Figueiredo para a transição que tem de ser respeitada, e ponto final. Clique aqui e leia na íntegra

Se - e é ele que está dizendo - “tudo o que foi feito caberia num período de democracia plena”, então tá!... Mas nem tudo está perdido: Depois do selfie, a moda é o belfie, a foto de bumbum, no Instagram. O “B”, que entra no lugar do “S”, é a inicial de booty (bunda em inglês). Beyoncé, Rihanna e Kim Kardashian são adeptas. Cleo Guimarães/Gente Boa/O Globo

E pra encerrar - bem - a semana!


O link foi enviado por Sergio Chear


(*) Tá errado não. É a casa da mãe, da casa da mãe Joana. Entendeu ou quer que lhe envie uma cópia do exame de DNA da Joana... a filha? 




quinta-feira, 27 de março de 2014

Como se fora brincadeira de roda

“Isso aqui não é lugar pra brincadeira... Muitas decisões são tomadas superficialmente e fazem muitas brincadeiras no Brasil a âmbito dos Três Poderes...” Trecho da entrevista de Joaquim Barbosa a Roberto D’Ávila, em seu programa de estreia na Globonews, domingo 23.


Documentos inéditos da Petrobrás, aos quais o Estado teve acesso, mostram que a empresa brasileira abriu mão de penalidades que exigiriam da Venezuela o pagamento de uma dívida feita pelo Brasil para o projeto e o começo das obras na refinaria Abreu Lima, em Pernambuco. O acordo "de camaradas", segundo fontes da estatal, feito entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-presidente da Venezuela Hugo Chávez deixou o Brasil com a missão de garantir, sozinho, investimentos de quase US$ 20 bilhões.

O acordo previa que a Petrobrás teria 60% da Abreu e Lima e a Petróleos de Venezuela SA, 40%. Os aportes de recursos seriam feitos aos poucos e, caso a Venezuela não pagasse a sua parte, a Petrobrás poderia fazer o investimento e cobrar a dívida com juros, ou receber em ações da empresa venezuelana, a preços de mercado. Essas penalidades, no entanto, só valeriam depois de assinado o contrato definitivo, de acionistas. Elas não chegaram a entrar em vigor, já que o contrato não foi assinado. Clique aqui e confira

Tudo bem a gente já não pode mais alterar o tal “acordo de camaradas”, mas podemos mexer nos termos. Brincar com as palavras, como por exemplo: “acordo de camaradas" pode virar “pacto de amancebados” ou “acordo de amantes”... como assim? Simples assim, pois tá lá no Aurélio: Dentre outros verbetes, “camarada”, pode significar também: pessoa que convive com outra; companheiro, amancebado, amante. O mesmo acontece com “acordo”, que pode também significar: ajuste, pacto. Perguntarás: Essa idiotice vai resolver alguma coisa? Responder-te-ei: As brincadeiras foram criadas para resolver algum problema?

Como se fora brincadeira de roda
Jogo do trabalho na dança das mãos
O suor dos corpos, na canção da vida
O suor da vida, no calor de irmãos.
Trecho da música “Redescobrir” de Gonzaguinha

O vice-presidente da Colômbia, Angelino Garzón, recusou uma oferta para se tornar o novo embaixador do país no Brasil, alegando que seu cachorro, um pastor alemão, não se adaptaria às altas temperaturas de Brasília. Em uma entrevista publicada na revista colombiana "Semana", Garzón afirmou que o clima da capital brasileira prejudicaria a saúde de seu cão. Após a declaração do vice-presidente, a chanceler colombiana, María Ángela Holguín, emitiu um pedido de desculpas ao Brasil, o maior parceiro comercial da Colômbia na região. Clique aqui e confira
Um mastim tibetano foi vendido na China por quase dois milhões de dólares, uma das maiores quantias pagas por um cão no mundo, informa a imprensa chinesa. O comprador, um rico promotor imobiliário, pagou 12 milhões de yuanes (mais de R$ 4,4 milhões) para adquirir o animal de um ano de idade e 90 kg em uma exposição na província de Zhejiang, informa o jornal "Qianjiang". Enviado por Samuca Mc DowellClique aqui e confira

Um maltês terrier Charlie acabou ingerindo uma substância toxica na garagem da residência em Melbourne (Austrália) em que vive com a dona, Jacinta Roseware, de acordo com o Channel 7. Levado a uma clínica veterinária de emergência, Charlie estava perto da morte. Se não fosse tratado, teria falência dos rins em um dia.

Para reverter o quadro, o veterinário apelou a um método nada ortodoxo: vodca. Durante dois dias, o cão recebeu doses de vodca diretamente no estômago. A solução alcoólica de 700ml tinha o objetivo de anular o efeito da substância tóxica no organismo do animal. Deu certo! -"Achei hilário. Era perturbador, mas engraçado ao mesmo tempo", afirmou Roseware, acrescentando que, após o tratamento, Charlie teve efeito colateral bem conhecido dos humanos: “ressaca.". Clique aqui e confira

Houve um tempo em que os bichos falavam e, claro, os cachorros também. Tempos depois, sabe-se lá porque decreto divino, eles silenciaram suas vozes e hoje só urram, balem, miam... e latem. Porém, também, já houve um tempo em que, quando queríamos nos referir a alguma situação ruim, dizíamos “ê mundo cão!”. Mas a fila anda e nos tempos de hoje essa expressão está desatualizada, pelo menos no que se refere a “cão”. Tente “ê mundo vaca!”, “ê mundo cobra!”, “ê mundo galinha!”... mas “cão”, não - e acredite, em breve, eles voltarão a falar.
l Aliás e a despropósito:
Mas você mexeu só no nariz?
Não, mexi no peito, estou toda mexida.
Quais cirurgias você fez?
Eu diminuí os seios e consertei um erro que eu tinha no nariz, de uma cirurgia anterior...
E eles continuaram a crescer?
Exatamente. Porque eu não deveria ter feito tão nova.
E a cirurgia no nariz também foi um conserto?
Eu descobri que meu nariz estava obstruído por conta da cirurgia anterior que não deu certo. E eu falei 'aproveita e deixa ele bonito, que eu acho ele horroroso?'. E ele deixou e tirei pneuzinho. Agora eu não tenho mais defeito, agora acabou, nem a saúde, está tudo maravilhoso... – Trechos de entrevistas da cantora(?) Anitta ao Faustão/Fantástico... Clique aqui e confira... Ê mundo humano! 


Agora dá uma paradinha. Relaxa. Para melhor entender este post – e de acordo com as normas militares - vamos dividi-lo em duas etapas. A primeira, que rotulamos de “A Abordagem” e a segunda de “A Instrução”. Portanto, vamos iniciar “A Abordagem”, lendo o texto a seguir: “BOM DIA! O vídeo anexo mostra um cidadão indignado com a situação atual, pelo que deixa entender, a decisão do STF o fez gravar este vídeo. Não esconde seu nome, Peter Costa e sua graduação, Sub Oficial da Marinha o que dá credibilidade a sua fala.

Não ouvi falar da convocação para manifestação/passeata para o dia 22 de março, mas pelo que ele diz está em curso algo deste tipo. Ouvindo sua fala, vejo a coragem que tem de se manifestar, creio mesmo movido pelo sentimento cívico muito comum dos militares e que sua fala certamente traduz o sentimento da maioria dos integrantes das Forças Armadas.

Será que o primeiro passo para as mudanças efetivas vai ocorrer na data que ele diz estar sendo algo preparado? Esperamos que sim, afinal creio que nossos filhos e netos merecem isto e se algo assim ocorrer na data colocada aqui em minha cidade me farei presente. Grato pelo envio”. O texto vem assinado por um tal de Cel. Da Silva - enviado por Célia Du Bocage

OK? Tudo em cima? Pressão e temperatura normais? Por enquanto tudo bem né? Agora vamos partir para a etapa seguinte – A Instrução - onde será possível entender e - se for o caso - colocar em prática tudo o que esse post possa sugerir, mas antes de iniciar “A Instrução”, seria bom beber alguma coisa. Sugestão: um copo de álcool-gel diluído em 100ml de água Prata e muito gelo. Respira - Respirou? - pois a partir de agora o bicho, Ops!, o sub oficial vai pegar: clique aqui e assista ao vídeo

A passeata já ocorreu, mas a mensagem fica aí, na convocação dos duzentos milhões de consciências desse “pra frente Brasil, do meu coração... todos ligados na mesma emoção”.

"Mostra a tua força Brasil; amarra tua força na chuteira... pois isso muda o jogo”... mas o jogo de quem? A emoção de quem? A chuteira de quem? Isso não está explicitado neste delírio do banco Itaú? - clique aqui e confira o delírio do Itaú - mas são bem claras nas declarações do Peter Costa, um Sub Oficial da Marinha... sem trucagens eletrônicas digitais... simples assim, como deve ser qualquer sentimento carregado de emoções verdadeiras.      

Emoções verdadeiras!

Enviado por Samuca Mac Dowell

quarta-feira, 26 de março de 2014

Aqui, em se plantando, tudo dá!

Não fui... ele queria fazer marketing com minha presença” – Joaquim Barbosa sobre convites, do então presidente Lula, para viajarem, juntos, à África.

Conforme revelou Chico de Gois, Arruda está se unindo a Roriz para juntos retomarem o governo do Distrito Federal. Segundo analistas políticos da capital, trata-se de uma união perigosamente viável. Nem imagino Arruda de volta ao poder. Só para não vê-lo sagrar-se tricampeão de derrotas à sorte. Ele a derrotou no painel do Senado, depois na propina de governador. Jorge Bastos Moreno/O Globo


Mini-ficha corrida de José Roberto Arruda - Foi eleito senador, deputado federal e governador pela Unidade Federativa. A vida política de Arruda foi tumultuada pela renúncia, em 2001, após escândalo de adulteração do painel de votação do Senado, quando atuou ao lado de Antonio Carlos Magalhães e, em 2010, pela descoberta de um grande esquema de corrupção no governo do Distrito Federal, conhecido como mensalão do DEM.

No decurso das investigações, Arruda foi preso preventivamente, tornando-se o primeiro governador do Brasil a ser encarcerado durante o mandato. Ele foi afastado do governo, por ordem da Justiça brasileira, e ficou preso de 11 de fevereiro a 12 de abril de 2010 na carceragem da Polícia Federal em Brasília.

No dia 16 de março de 2010 teve seu mandato cassado pelo TER do DF por infidelidade partidária. Em abril de 2013, foi condenado pela 4ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do DF a 5 anos e 4 meses de prisão, em regime semiaberto, por dispensa indevida de licitação para obra realizada para reformar um ginásio de Brasília, em 2008.

Mini-ficha corrida - nem tão mini assim - de Joaquim Roriz - Após denúncias oriundas de grampos telefônicos, que pesam contra si com relação a recursos do Banco de Brasília (BRB), e pressões de setores políticos, Roriz renunciou ao cargo de senador no dia 4 de julho de 2007, deixando um impasse sobre quem seria o próximo a ocupar sua vaga, já que seu primeiro suplente, Gim Argello também possuia inúmeras acusações.

l Operação Aquarela a Investigação acabou levando para cadeia o ex-presidente do BRB, Tarcísio Franklin de Moura, que presidiu a organização durante os 8 anos de governo de Roriz no DF. O MP/DF abriu denuncia contra Roriz e mais cinco pessoas por improbidade administrativa. O Grupo é acusado de utilizar o BRB para simular uma transação bancária para repassar dinheiro a Roriz em 2007. O MP pede ainda que os investigados devolvam 223 milhões aos cofres públicos.

l Operação Caixa de Pandora - Joaquim Roriz também teve seu nome envolvido no Escândalo do Mensalão no DF, em 27 de novembro de 2009. O noticiário político sustenta a versão de que Durval Barbosa, autor das gravações que incriminariam José Roberto Arruda e seu grupo político, fez as denúncias para beneficiar Roriz, com vistas à eleição para governador do DF em 2010.

Em depoimento ao MP, o ex-governador José Roberto Arruda disse que Roriz teria pago propina para não ser denunciado pela Justiça. No dia 4 de agosto de 2010, o TER/DF negou por 4 votos a 2 a candidatura de Roriz ao Governo do Distrito Federal, com base na lei Ficha Limpa.

Segundo o Aurélio, “quadrilha” pode ser: Bando de ladrões, assaltantes ou malfeitores; Agrupamento de pessoas de má índole e/ou mal-afamadas; Aquele que comete crimes ou delitos condenáveis; celerado, facínora. Mas segundo os últimos entendimentos do STF, em política quadrilha não existe. Então como qualificar uma associação do tipo Arruda & Roriz? Cartas para Marcos Willians Herbas Camacho, alcunha Marcola, Penitenciária 2 de Presidente Venceslau, Ala do PCC, São Paulo.

Aliás... de José Wilker, que foi do MCP/UNE, ontem (17), na “Casa do Saber O GLOBO”: -Apesar da repressão, de amigos mortos, trabalhar com cultura na ditadura foi criativo e estimulante. Hoje, com esta política, não tenho expectativa. Clique aqui e assista ao vídeo - Ancelmo Gois/O Globo

Porque me ufano deste País - Os portadores do vírus HIV estão danados da vida com o BBB 14. É que na última sexta-feira, dia 14, os participantes conversavam na varanda da casa sobre Aids, quando Angela, advogada, 26 anos, sugeriu que todos os portadores de HIV deveriam morrer... Angela deu a triste declaração, depois que outro participante, Cássio, fez cálculos sobre os gastos do governo com os remédios para a doença. Cassio disse que "quem já tem, geralmente não dura mais de 40 anos, falecem e a aids acaba." E Angela retrucou: "Vamos matar todo mundo! O que mais me irrita é saber que a Aids veio do macaco e teve um idiota que foi transar com um macaco". Ancelmo Gois/O Globo

Não é bolinho não! Tava certo, certíssimo, Pero Vaz de Caminha, quando escreveu: “Aqui, em se plantando, tudo dá!” 

É válido o esforço do senador Aécio Neves para convocar agora a CPI da Petrobras. Mas será ledo engano o senador achar que o PMDB, que aprovou comissão de investigação no exterior para a empresa, vai querer investigar aqui o Paulo Roberto Costa... Em todo caso, na próxima quarta-feira, direto da Arena do Jaburu, a bancada do PMDB vai jogar todas as suas mágoas contra o governo. Michel Temer, que embarca hoje para uma reunião em Haia, voltará da Holanda cheio de gás. Jorge Bastos Moreno/O Globo

CPI e ledo engano a parte, a gente sabe que a Holanda é um dos países mais liberais do mundo. Faz tempo que legalizou a eutanásia, o aborto, as drogas, o casamento entre homossexuais e a prostituição... mas gás? Só se for pela decomposição de TCH - o princípio ativo da maconha. Portanto se Michel Temer pretende voltar de lá cheio de gás é melhor que sua assessoria vá comprando estoques de LUFTAL, pois a coisa vai cheirar mal... muito mais do que já anda fedendo.

Nota de rodapé: Cientistas americanos refizeram os cálculos e concluíram que o ser humano - ô, raça! - é capaz de perceber até 1 trilhão de odores diferentes. Daí, talvez, esta sensação que o brasileiro tem a toda hora de que alguma coisa não está cheirando bem! Tutty Vasques/Estadão

Ricardo Noblat
Na tentativa de convencer os insatisfeitos da base de apoio governista a não aprovar uma Comissão Parlamentar de Inquérito da Petrobrás, emissários da presidente Dilma Rousseff vão usar como argumento a sobrevivência política dos próprios aliados. O motivo é que Paulo Roberto Costa, ex-diretor da estatal preso pela Polícia Federal na semana passada durante a Operação Lava Jato, pode causar estragos se for convocado a depor no Congresso. Blog do Noblat/O Globo

l Aliás e a propósito: O presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, fez representação criminal contra o jornalista do GLOBO Ricardo Noblat, acusando-o pelos crimes de injúria, difamação e preconceito racial. Em ação encaminhada ao Ministério Publico Federal (MPF), Barbosa se disse ofendido pela publicação da coluna de Noblat em 2013. No texto, Noblat trata da indicação de Barbosa para a Suprema Corte e da intenção de Lula em ter um integrante negro na Casa.

A procuradora do MPF no Rio Guilhon Dore, por sua vez, aceitou a argumentação do ministro Joaquim Barbosa e denunciou o jornalista do GLOBO à Vara Criminal da Seção Judiciária do Rio de Janeiro. Clique aqui e confira esta notícia

O texto em questão - publicado em 18 de agosto de 2013 - intitula-se: “Joaquim Barbosa: Fora do eixo”. Clique aqui e leia-o na íntegra


terça-feira, 25 de março de 2014

As aves que aqui gorjeiam, não gorjeiam como lá.

Íris Lettieri ganhou um afago do prefeito Eduardo Paes. Depois da coluna de Ancelmo Gois anunciar hoje a saída dela do aeroporto Galeão-Tom Jobim, após 37 anos, Paes decidiu intervir. Além do tombamento da voz da locutora, o prefeito ligou para o consórcio liderado pela Odebrecht e pediu de volta o emprego de Iris. Ancelmo Gois/O Globo

Anitta, [a cantora], parece outra pessoa após uma série de cirurgias plásticas, mas sua voz e seu repertório continuam iguaizinhos. Nem tudo tem conserto, né? Tutty Vasques/Estadão


Isso é terrorismo, Cardozo? - Na noite desta quinta-feira (20), traficantes atacaram pelo menos três sedes de UPPs, na zona norte do Rio. O comandante de Manguinhos, o capitão Gabriel de Toledo, foi atingido com um tiro na virilha durante um tumulto na comunidade do Mandela... Criminosos também atearam fogo em dois carros da PM e o contêiner onde funcionava a UPP. A rede elétrica chegou a ser atingida e parte o complexo favelas ficou sem energia elétrica. Clique aqui e leia na íntegra

l Uma reunião entre criminosos das favelas de Antares e Chapadão determinou os ataques às UPPs ocorridos na noite desta quinta-feira. De acordo com informações de setores de Inteligência, criminosos revoltados com a expansão da política de pacificação vêm se articulando desde a semana passada para perpetrar ataques às UPPs. A ordem teria partido de presídios federais e chegado a traficantes de maior expressão na facção que conseguiram benefícios da lei e não voltaram para os presídios.

l No mesmo mês, o soldado Wagner Vieira da Costa morreu em decorrência de um tiro no rosto, enquanto fazia patrulhamento na Vila Cruzeiro, também na Penha. No início de março, o soldado Rodrigo de Souza Paes Leme morreu após ser baleado no Chuveirinho, na Nova Brasília, Complexo do Alemão. Dias depois, o subcomandante da UPP da Vila Cruzeiro, o tenente Leidson Acácio Alves, de 27 anos, foi morto com um tiro na cabeça em confronto com criminosos. Clique aqui e leia na íntegra

l Os serviços de inteligência têm a informação de que os recentes ataques em áreas pacificadas foram ordenados pelo chefe da maior facção do Rio, o traficante Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, que está num presídio federal fora do Rio.  Clique aqui e confira

Santa inocência... Batman: sabemos que essa turma não é fácil, mas não consigo entender os neurônios desse alzheimico serviços de inteligência que, conhecedores das mumunhas e intimidades dos grandes “capos” do tráfico no Brasil - como Marcinho VP, Marcola - não conseguem sacar e se adiantar a esses tenebrosos lances. Não bloquear celulares era dito como uma estratégia para espreitar as “estratégias” do bandido. Será! É claro que tem muita grana por trás deste esquema, coisa que deve  envolver... deixa pra lá... nessa história é melhor ser um Robin... “alfa”, por favor.

Nota de rodapé: O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, chegou à reunião com a presidente Dilma Rousseff, na sexta-feira da última semana, no Palácio do Planalto, com um pedido, no mínimo, inusitado, que deixou as Forças Armadas em uma verdadeira "saia justa": que as forças federais entrem imediatamente no patrulhamento das áreas mais sensíveis da cidade e só saiam de lá apenas no final do ano de 2014, depois, não só da realização da Copa do Mundo, como também do primeiro e segundo turno das eleições. Clique aqui e confira

Sentado em frente a uma padaria, próximo da sua casa, na Favela de Antares, na localidade do Largo da Santinha, na Zona Oeste, o adolescente Natan Matheus Gomes da Silva, de 12 anos, conversava com os amigos como costumava fazer todos os dias depois da escola. Era perto das 20h. O grupo de meninos foi surpreendido com a chegada de um jovem, de 17 anos, conhecido como Kaká.

Segundo Cátia Gomes da Silva, de 26 anos, irmã de Natan, o rapaz segurava nas mãos uma pistola que rodava sobre os dedos. Um dos meninos teria dito: “Tá tirando onda com arma de brinquedo!”. Muito apavorado com a violência do local, Natan desconfiou: “É de verdade?”. A resposta de Kaká foi um curto e grosso “Quer ver?”, seguido de um disparo direto na cabeça do menino curioso, que morreu na hora.

A tragédia não pararia ali. Horas depois, Carlos Henrique, de 15 anos, amigo de Natan - que o considerava como um irmão - recebeu a notícia do crime, passou mal e também morreu, provavelmente em decorrência de um infarto. Clique aqui e leia na íntegra

O jovem Kaká daqui a um ano, ou em breve, completará 18 anos e toda a sua folha corrida será apagada dos arquivos da justiça, quando então ele poderá reiniciar uma nova vida...

Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores...
Trechos do poema Canção do Exílio de Castro Alves 

l Mas nem tudo está perdido:
-O senhor não é às vezes muito rude?
“Tem que ser, o Brasil é o país dos conchavos, do tapinha nas costas, o país onde tudo se resolve na base da amizade. Eu não suporto nada disso.. Sou um companheiro inseparável da verdade. Não suporto essa coisa do sujeito ficar escolhendo palavrinhas para fazer algo inaceitável. E isso é da nossa cultura”. Trecho da entrevista de Joaquim Barbosa à Roberto D’Ávila em seu programa de estreia na Globonews, domingo 23. Clique aqui e assista na íntegra

A charge do dia!




segunda-feira, 24 de março de 2014

Fim do “nojo”

De um certo ponto adiante não há mais retorno, esse é o ponto que deve ser alcançadoFranz Kafka


l O ex-ministro Ciro Gomes optou, na manhã desta terça-feira (23/07/13), por usar termos chulos para atacar adversários políticos. Depois de já ter dito que o PMDB era um “ajuntamento de assaltantes”, ele voltou à carga. Ciro, disse, em entrevista ao programa da rádio Verdinha AM, do Ceará, que a presidente Dilma Rousseff “pilota uma aliança assentada na putaria”. Além de criticar a base aliada, Ciro fez duras críticas à presidente. Ciro chega a chamá-la de “arrogante” e “inexperiente”.
-Incrível a Dilma convocar uma rede de televisão e falar quase dez minutos para não dizer absolutamente nada. Inventar uma lambança de uma Constituinte exclusiva para fazer uma reforma política. Nenhum cartaz na rua pedindo reforma política, embora seja uma agenda emergente(...) Depois trocar os pés pelas mãos nesse negócio dos médicos... Clique aqui e confira

l Num almoço hoje (20.03.14), em Brasília, com dirigentes do PROS, o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, convidou o ex-ministro Ciro Gomes (PROS) para integrar a coordenação da campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff. Ciro Gomes aceitou o convite. Também ficou acertado que o Ministério da Integração Nacional continuará sob o comando do PROS. Clique aqui e confira

O Conselho Nacional da OAB marcou para o dia 17 de março o julgamento do pedido feito pelo advogado Paulo Fernando para cassar a carteira da ordem do ex-ministro José Dirceu, condenado e preso como o chefe do mensalão do PT. Ligado ao PSDB, Fernando alega, no pedido, que um advogado condenado deve perder o direito de exercer a profissão. Clique aqui e confira

O conselho nacional da OAB decidiu processar administrativamente o advogado Paulo Fernando, de Brasília, alegando que ele arranhou a imagem da instituição ao criticar a demora da ordem na apreciação do pedido de cassação do registro profissional do ex-ministro José Dirceu, principal réu do mensalão preso na penitenciária da Papuda, em Brasília. Paulo Fernando alega que está sendo perseguido pela OAB. Clique aqui e confira

Desde outubro de 2013, após constatar a falta de médico para atender seu filho, o economista Bruno Augusto Pereira, de 39 anos, vai sempre que pode à UPA de Madureira, na Zona Norte do Rio, cobrar a presença de pediatras nos plantões. Na manhã de ontem, não tinha. Ele questionou, e funcionários da UPA chamaram a PM. Bruno foi levado para a 29ª DP e autuado por, acredite, perturbação da tranquilidade. Fala sério! Ancelmo Gois/O Globo

************

A “Semana do saco cheio” é uma semana de recesso escolar adotada por vários colégios e universidades no Brasil, normalmente em outubro. Este costume começou por volta de 1982 e foi uma invenção de estudantes universitários que já estavam cansados nessa época do semestre.

Sem entrar no mérito dessa “estafa estudantil” - haja vista o “extenso calendário”; a “carga” horária e o nível de ensino do país - o bloguinho também estressou e, inspirado na ideia, decretou a “Quinzena do nojo”. Porque isso, perguntarão os onze leitores do blog, que a essa altura dos acontecimentos, foram reduzidos a uma meia dúzia de uns dois ou três.

Vou tentar explicar... tentar, pois o problema é existencial e intransferível: Se você chegou até aqui deve ter lido as notícias inicias desta postagem, sobre Ciro Gomes, OAB e a UPA de Madureira/RJ. É só uma parte, exemplos para ilustrar o cenário, onde se garimpam as matérias que alimentam esse bloguinho... e é aí que às vezes a coisa pega, pois vamos nos intoxicando do ar que emana desses destroços, dos corpos dilacerados e de todos os demais horrores decorrentes desta guerra moral que se espalha Brasil afora. Então é preciso parar para se desintoxicar.

Pelos menos pra mim é assim, pois não consigo simplesmente copiar/colar matérias no blog...  somatizo, fico puto, danço um tango, fico puto novamente, chuto o cachorro que não possuo; escuto “Meu Mundo Caiu”, com Maysa; bebo uma Sharapova, Ops!, uma Stolichnaya e fico Putin de vez... até porque sem essa passionalidade não faria sentindo manter o Q&M, seria mais fácil, como já disse, copiar as urls/links e repassá-las, por email, né mesmo? Mas, claro, esse é um meu problema meu - existencial e intransferível.

Porém, como dependente assumido, reconheço: não dá pra largar a droga. Na escuridão das ruelas, nas esquinas dos becos, nas caladas da solidão, nas lajes infernais das tentações... trafico... e  lá vamos nós pro fundo desse poço... até a próxima “internação”.

Já que é assim, então vamu lá, embarcar em mais uma viagem delirante, dolorosa, aloucada, pelas arenas onde se desenvolvem os dramas reais da nossa Humanidade, eu, uma centelha atômica manipulada pela Trimúrti, que se manifesta na tripla divindade suprema hindu - através de Brahma, Vishnu e Shiva - que cria, mantem e destrói as Humanidades, os Mundos, os Universos, no ciclo eterno e natural do sempre renascer para sempre evoluir.
CDantas 

sexta-feira, 14 de março de 2014

Silêncio e passeatas

Troca-troca no Ministério das Cidades: Sai Aguinaldo Ribeiro, entra Gilberto Occhi! Para quem nunca ouviu falar em nenhum dos dois, isso quer dizer o seguinte: Nada, rigorosamente nada!Tutty Vasques/Estadão

O Partido Militar Brasileiro (PMB) saiu da trincheira. Seus líderes já coletaram 320 mil das 492 mil assinaturas necessárias para criar a legenda. Fundador do PMB, o capitão da Polícia Militar de São Paulo, Augusto Rosa, calcula que o partido tem representantes em mil municípios espalhados pelos 26 estados e o Distrito Federal. A meta é acelerar a formação da sigla e lançar candidatos nas eleições municipais de 2016. O número requerido no TSE é o 99, "para mostrar que estamos à extrema direita de tudo o que existe na política hoje", diz o capitão Rosa. No front da ação para criar o partido está o coronel Marcos Pontes, o primeiro astronauta brasileiro. "O apoio do coronel Pontes dá credibilidade ao nosso projeto de extrema direita dentro da democracia", afirma o capitão Rosa. Clique aqui e confira

Não bom! A última vez que essa turma saiu da caserna e resolveu arrumar a casa, resultou em 21 anos de tirania, que reprimiu, subjugou, alienou a liberdade do povo brasileiro... e em decorrência desses 21 anos de chumbo, a massa desandou gerando essa democracia, solada, que a gente degusta atualmente.

l Aliás a propósito: no próximo dia 22, em São Paulo, sai da Praça da República rumo à Catedral da Sé a segunda edição da Marcha da Família com Deus pela Liberdade. A original fez, em 1964, percurso semelhante dias antes de o ex-presidente João Goulart ser derrubado. Há 50 anos, a organização coube à então primeira-dama do estado, Leonor de Barros, e mulheres de empresários. A atual foi convocada pelas redes sociais, recebeu apoio de lideranças evangélicas, espírita e, pelo Facebook, da apresentadora Rachel Sheherazade, do SBT (1). O grupo diz contar com a simpatia do filósofo Olavo de Carvalho e até de Denise Abreu, a petista que mandou na aviação civil no governo Lula e ficou famosa por sua predileção por charutos. Clique aqui e confira

(1) Apresentadora Rachel Sheherazade, do SBT, esclarece que não está apoiando a reedição da Marcha pela Família com Deus pela Liberdade, como afirmou esta coluna. Por meio da direção de jornalismo do SBT, Rachel Sheherazade informou que um perfil falso no Facebook foi usado para manifestar seu suposto apoio à marcha. A apresentadora só usa o Facebook para divulgar os vídeos com opiniões que ela expressa no SBT Brasil. Clique aqui e confira

Isso é terrorismo, Cardozo? - Três caixas eletrônicos foram alvo de explosões na madrugada desta quarta-feira (12) no Nordeste do país. Os ataques aconteceram na Bahia, no Maranhão e no Rio Grande do Norte. Nas três ações, os assaltantes usaram explosivos cujo impacto chegou a danificar a fachada das agências bancárias.

Na Bahia, o alvo foi a agência do Banco do Brasil no município de Macaúbas (453 km de Salvador). Segundo a polícia, por volta de 1h da manhã, homens cortaram a energia na parte central da cidade, foram até a agência bancária e explodiram o caixa eletrônico.

Outra explosão a caixa eletrônico aconteceu no interior do Maranhão, no município de Afonso Cunha (a 295 de São Luís). Segundo a polícia, os assaltantes chegaram ao local por volta das 3h desta quarta-feira (12) e colocaram explosivos no caixa eletrônico do Bradesco. A explosão destruiu parte das paredes e do teto.

No Rio Grande do Norte, a explosão aconteceu em Alto do Rodrigues (a 202 km de Natal). A agência do Banco do Brasil foi invadida por volta das 3h. A polícia informou que pelo menos três carros chegaram ao local e explodiram dois caixas eletrônicos. A dinamite usada destruiu a sala onde estavam os equipamentos. Clique aqui e confira 

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, afirmou nesta terça-feira que não fará discurso na Arena Corinthians, em São Paulo, na abertura da Copa do Mundo. Além disso, o dirigente confirmou que a presidente Dilma Rousseff também não falará na cerimônia que acontecerá antes do confronto entre Brasil e Croácia, no dia 12 de junho. 

Vamos fazer a cerimônia de uma maneira que não aconteçam discursos”, afirmou o dirigente, em entrevista à agência de notícias alemã DPA. A iniciativa da Fifa se deu por conta das vaias que a presidente Dilma recebeu durante discurso na abertura da Copa das Confederações. Naquela ocasião, Blatter ainda pediu respeito aos torcedores, mas em vão. O coro ficou ainda maior. 

He, he, he... como disse Sun Tzu, no “O Livro da Guerra”: A Lei da guerra se baseia no engano. Finja ser incapaz quando puder atacar e ser capaz quando não puder.

l O problema do coletivo social ‘Não vai ter Copa’ é a pretensão de sua palavra de ordem! Não à toa, ninguém dessa turma deu a menor bola à primeira grande vitória do movimento: a Fifa anunciou anteontem que, temendo protestos no Brasil, não vai ter discurso nem do Blatter nem da Dilma na abertura do evento! Quer mais o que, caramba?

Em vez de ‘Não vai ter Copa’ – aspiração fadada à frustração –, os ativistas da causa deveriam ter a humildade de pautar os três meses de manifestações que lhes restam antes de a bola rolar para impor ‘O que mais não vai ter na Copa’, além de discursos oficiais.

Digamos que não vai ter cambista, flanelinha, trombadinha ou taxista espertalhão em torno dos estádios; dentro deles, não vai ter briga de torcida, fila nos banheiros, erros de arbitragem ou cachorro quente a R$ 8; não vai ter greve de garis, apagão, racionamento de água, fuga do PCC, caos aéreo, vuvuzela ou resenha do Galvão Bueno… O que mais você não quer que tenha na Copa? Tutty Vasques/Estadão

A foto que não quer calar!


No terceiro protesto contra a Copa do Mundo, 2,3 mil policiais militares foram mobilizados em uma megaoperação para acompanhar 1,5 mil manifestantes pelas ruas de São Paulo. A passeata percorreu as Avenidas Brigadeiro Faria Lima, Rebouças e Paulista sem o registro de nenhum episódio de tumulto generalizado nem de prisões em massa. O ato começou às 19h15 no Largo da Batata, zona oeste, e terminou por volta das 23h desta quinta-feira, 13. Clique aqui e confira