*Não fosse o amanhã, que dia agitado seria o hoje!

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Especial Q&M - “Dormindo eternamente em... [ ](*)


O professor e analista de sistemas Jair da Silva, 61, está a caminho de um cruzamento nas imediações de casa, no Jardim São Paulo, bairro de classe média na zona norte da capital paulista.
Ele chega a uma esquina e olha para o semáforo, a tempo de ajeitar o terno e os cabelos brancos antes que três carros parem. "Só esses?", lamenta.
Silva decide passar a vez. O sinal abre e fecha —agora a quantidade de carros é suficiente. Aproxima-se do primeiro veículo, pede licença ao motorista e lhe entrega um cartão de visita.
Na frente do cartão, nome, telefone, e-mail e a frase "Solicito uma oportunidade profissional". No verso, as atividades que exerceu como professor universitário e gerente administrativo e de negócios.
Ele repete o gesto ao segundo e ao terceiro motorista, e de nada adianta uma fila maior. A luz verde aparece, ele corre para a calçada e permanece ao lado de uma banca de jornal, ansioso para que o sinal volte a fechar.
Desempregado há seis meses, é a segunda vez que procura trabalho assim em um espaço de 30 dias. A primeira foi em 28 de agosto. Um dos semáforos do Largo da Batata, na zona oeste de São Paulo, também não ajudava —era rápido, e passavam poucos carros.
Silva teve que andar alguns quarteirões para encontrar um local melhor. Distribuiu trezentos cartões naquele dia. "Se o primeiro e o segundo motorista pegam o cartão, o terceiro, o quarto e o quinto também vão pegar. Se os primeiros não pegam, os demais também não." CONFERE LÁ
(*) - Em tempos de corrupção a rodo, o blog quer interagir com você. Portanto complete a lacuna do título, com a frase que melhor lhe agrade. Afinal vivemos numa democracia, né mesmo? Dúvidas? Abaixo algumas sugestões:
1. Dormindo eternamente em cova esplêndida.
2. Dormindo eternamente `a  sombra das palmeiras, onde canta o sabiá.
3. Dormindo eternamente com o inimigo.   
4. Dormindo eternamente numa UTI às margens plácidas do Ipiranga.
5. Dormindo eternamente na Casa da Mãe Joana.

6. Dormindo eternamente no intervalo entre a paz no futuro e glória no passado.

Ministérios, ministros e o escambau

"Fantasia eu achar que consigo ver pessoas com transparência. O fato é que, os verdadeiros eu não sei quem são, pois nunca transparecem" Anônimo

O ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski lamentou o processo de impeachment de Dilma Rousseff e qualificou o episódio como "um tropeço na democracia". O comentário foi feito durante uma de suas aulas na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), onde o ministro leciona Teoria do Estado.
Lewandowski, como presidente do Supremo, foi o responsável pela condução do julgamento de Dilma no Senado que culminou na cassação do mandato da petista. A gravação foi registrada na segunda-feira passada pela revista Caros Amigos. CONFERE LÁ
O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, disse nesta quinta-feira, 29, que o único tropeço no processo de impeachment de Dilma Rousseff foi a realização de uma votação fatiada. O comentário de Gilmar foi uma resposta ao comentário do ministro Ricardo Lewandowski, que lamentou o impeachment de Dilma Rousseff, classificando o episódio como “um tropeço na democracia”.
“Acho que o único tropeço que houve foi aquele do fatiamento, o DVS (destaque para votação em separado) da própria Constituição, no qual teve contribuição decisiva o presidente do Supremo”, disse Gilmar. CONFERE LÁ

O Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle vai notificar 24 estatais para que elas expliquem a terceirização de serviços jurídicos. Os contratos investigados, que somam cerca de R$ 2,2 bilhões e vencem em 2016, foram feitos nos governos da presidente Dilma Rousseff.
A maioria das contratações desses serviços de advocacia e consultoria foi firmada por inexigibilidade ou com dispensa de licitação. Os atuais gestores jurídicos terão 15 dias para responder a perguntas sobre os critérios dos editais. Também serão questionados se há remuneração mesmo sem a produção de peças e sobre a composição do departamento jurídico de cada estatal.
Petrobras, BNDES, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, BR Distribuidora, Eletrobras, Telebras, Infraero e Embrapa estão entre as empresas notificadas. Mônica Bergamo/Folha, nesta quarta (28)
-Cá pra nós “Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle” é um pouco demais. Já nos bastam os imbróglios do Supremo Tribunal Federal, né não? 

No último balanço antes das eleições de domingo (2), o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) identificou 93 mil pessoas de baixa renda ou com ganhos incompatíveis às contribuições que fizeram para candidatos a prefeito e a vereador. Ao todo, eles teriam doado R$ 300 milhões.
Para o TSE, esses casos evidenciam suspeitas de que algumas campanhas utilizaram CPFs de cidadãos comuns para engordar o caixa de seus candidatos. Esta é a primeira corrida eleitoral em que empresas não podem apoiar financeiramente candidatos.
O levantamento aponta para 22,4 mil inscritos no Bolsa Família que, supostamente, injetaram R$ 21,1 milhões para campanhas. Há ainda 46,7 mil desempregados que teriam contribuído com R$ 52 milhões. Um único eleitor sem emprego, conforme o mapeamento, desembolsou R$ 100 mil a um postulante a prefeito de Porto Alegre. CONFERE LÁ

O Waze, aplicativo de localização geográfica, divulgou [no início deste mês], seu índice anual de satisfação do motorista, no qual elenca os melhores países e cidades do mundo para se dirigir, de acordo com seus usuários. A Holanda aparece no topo da lista, e o Brasil fica apenas na 20ª colocação -- atrás de Argentina e Porto Rico. Entre as cidades brasileiras, a mais bem colocada é Volta Redonda (RJ), que aparece na 29ª posição mundial...  A Grande São Paulo fica bem atrás, na 129ª posição. A cidade do Rio de Janeiro só aparece em 149. A pior cidade brasileira é Maceió (AL), que fica no 178º lugar de uma lista que conta com 186 cidades... A capital melhor avaliada é Brasília (DF), na 65ª colocação. CONFERE LÁ
Enquanto isso... O motorista de uma picape chamou a atenção na Avenida Comercial de Taguatinga, no Distrito Federal, na madrugada desta quarta-feira (14) por dirigir em pé e com o corpo para fora do veículo. Enquanto se agarrava na porta, ele ainda dançava "curtindo" o som do carro, que iluminava por causa das LEDs instaladas na parte traseira. Confira o vídeo
 –Como disse o Foca: O motorista do DF, com certeza tava “comemorando” a 65ª colocação da Capital da República, no ranque do Waze.

A “reunião de cúpula” da semana
  
   
“Mário Sabino, do blog O Antagonista, em texto de ontem (26/09), lembrou que o COAF, em 2015, havia localizado operações financeiras extraordinárias nas contas de algumas lideranças do então partido governista, a saber: Lula movimentara 52,3 milhões de reais; Antonio Palocci, 216 milhões de reais; Fernando Pimentel, 3,1 milhões de reais; Erenice Guerra; 26,3 milhões de reais. Ou seja, um total de quase 300 milhões de reais” -Não é bolinho não!

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

“Acordo de paz com as Farc celebra a impunidade”, por Rodrigo Constantino

Logo após uma tempestade que deixou algumas ruas do centro histórico de Cartagena semi-alagadas, teve início às 17h (19h em Brasília) a cerimônia de assinatura do tratado de paz entre o governo colombiano e as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).
O local escolhido foi o centro de convenções da cidade, mas do lado de fora, aberto ao público. A praça diante do local estava tomada.
No palco, alguns dos mandatários latino-americanos convidados, entre eles Michelle Bachelet (Chile) e Nicolás Maduro (Venezuela) –ambos países observadores do processo–, Mauricio Macri (Argentina), Pedro Pablo Kuczynski (Peru), Rafael Correa (Equador), Enrique Peña Nieto (México) e Horacio Cartes (Paraguai), além do mandatário colombiano, Juan Manuel Santos, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, e o líder das Farc, Rodrigo “Timochenko” Londoño. [...]. Em artigo publicado hoje na Folha, o chileno José Miguel Vivanco, diretor da ONG Humans Right Watch para as Américas, levantou questões importantes sobre a impunidade que esse acordo celebra:
Milhares de vítimas sofreram atrocidades sistemáticas nas mãos das Farc. As guerrilhas mataram e raptaram civis, foram responsáveis por desaparecimentos, promoveram violência sexual generalizada, usaram crianças como soldados e sujeitaram combatentes a tratamento cruel e desumano.
Pelo acordo, os combatentes das guerrilhas responsáveis por esses e outros abusos, incluindo crimes de guerra e contra a humanidade, conseguirão evitar a prisão. Aqueles que confessarem, imediata e integralmente, seus crimes terão restrições modestas e curtas a certos direitos, como o de livre circulação, e serão obrigados a trabalhar em projetos comunitários. […].
A experiência na Colômbia nos ensina que o ciclo de abuso e violência por todas as partes é perpetuado pela certeza da não punição. Com as deficiências do acordo, se mostra bastante evidente o risco da continuidade de violações aos direitos humanos em massa na Colômbia.

Não creio que se terroristas das Farc e ditadores como Raúl Castro e Nicolás Maduro estão festejando tanto esse acordo o lado decente, que respeita a vida humana, devesse celebrar em conjunto. Quando o diabo está feliz, é sinal de que há pouco para comemorar nesse pacto mefistofélico… Leia na íntegra

Campanhas

O ministro da Justiça e Cidadania não tem mais condições de permanecer no cargo, se é que algum dia as teve. Seu despreparo para tão importante função já estava claro havia algum tempo, mas o episódio em que ele antecipou a realização de operações da PF no âmbito da Lava Jato, justamente na véspera da prisão do ex-ministro petista Antonio Palocci, teria de servir como gota d’água para sua dispensa, em razão de tão gritante imprudência. Infelizmente, porém, o presidente Michel Temer, sabe-se lá por que razões, preferiu contemporizar, correndo o risco de ter de enfrentar novas crises em razão do comportamento irresponsável de Moraes. No momento em que precisa demonstrar ao País que seu governo está à altura do desafio de superar o desastre herdado da administração lulopetista, Temer não pode ter ministros que sofrem de incontinência verbal e exploram a visibilidade de seus cargos de maneira oportunista”. Trecho do Editorial do Estadão “Um ministro insustentável”, nesta quarta (28)

   
- As estrelas americanas do pop Madonna e Katy Perry "se despiram" nas redes sociais para mostrar apoio à candidatura de Hillary Clinton à Casa Branca. "Estou votando nua com Katy Perry! Vote por Hillary. Ela é o melhor que temos! Votando nua, Série 1", afirmou nesta quarta-feira Madonna em mensagem em sua conta no Twitter que acompanhava uma imagem sua.
Madonna deu continuidade a uma piada feita num vídeo de Katy Perry publicado na terça-feira no portal de humor "Funny or Die", no qual a cantora de hits como "Roar" e "Dark Horse" pedia que as pessoas votem em 8 de novembro de qualquer maneira, até nuas -- o voto não é obrigatório nos EUA. CONFERE LÁ
- O deputado Pedro Paulo, candidato do PMDB a prefeito do Rio de Janeiro, não precisa de melhor aliado para atrapalhar suas chances de vitória do que o prefeito e seu ex-chefe Eduardo Paes. Antes de ser alvo, ontem à noite, durante debate na TV Record, de duros ataques dos seus adversários, Pedro Paulo visitou a Feira de São Cristovão, na Zona Norte da cidade, na companhia de Paes. E o prefeito, ao ser perguntado se a divulgação do vídeo em que diz para uma mulher “trepar muito” teria prejudicado a campanha do candidato à sua sucessão, saiu-se com esta, sorrindo:
-Trepadinha? Ah, quem não gosta? - Ricardo Noblat/O Globo – CONFERE CÁ
Alhures - Não bastasse a cobrança por serviços como gás, “gatonet” e transporte alternativo, as milícias do Rio decidiram explorar comercialmente a eleição. Grupos criminosos criaram uma espécie de imposto, batizado de “taxa eleitoral”, para autorizar a campanha em áreas dominadas. O candidato que quiser exibir sua propaganda nessas regiões tem de desembolsar de R$ 15 mil a 120 mil. Em troca, tem o privilégio de militar num ambiente exclusivo, distante da alta concorrência por cargos do restante da cidade.
Na cartilha dos milicianos, quem não paga a “taxa eleitoral” não entra nas áreas dominadas. A tabela, no início da campanha, previa pagamentos de R$ 80 mil a R$ 120 mil, dependendo da densidade eleitoral do bairro. A Zona Oeste do Rio, região que tradicionalmente define eleições, por ser mais populosa, é a mais valorizada. As áreas mais nobres são Campo Grande e Santa Cruz. Há cobrança ainda nos bairros de Inhoaíba, Santa Margarida, Rio das Pedras, Guaratiba e na localidade do Magarça. Na reta final da campanha, foi estabelecido um “desconto”: a tabela foi reduzida para R$ 60 mil nos últimos dez dias. CONFERE LÁ

#bocadeurna1 - O vídeo gravado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o horário eleitoral do candidato do PT a prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, foi rejeitado em pesquisas qualitativas. Por causa do teste, a participação do líder petista na propaganda na televisão é incerta. Lula gravou o seu depoimento para campanha de Haddad na última segunda-feira pela manhã. A aparição do ex-presidente na propaganda havia sido acertada em um almoço com Haddad, na semana passada, no Instituto Lula. CONFERE LÁ
#bocadeurna2 - O prefeito de Aracoiaba (CE), Antôno Cláudio Pinheiro (PSDB), e a vice dele, Maria Valmira Silva de Oliveira (PR), tiveram seus mandatos cassados e foram considerados inelegíveis por oito anos por decisão do Tribunal Regional Eleitoral. Maria Valmira, conhecida por Dona Bill, é mãe do cantor Wesley Safadão A sentença foi dada pela juíza Cynthia Nóbrega Pereira Franklin Thomaz, da 67ª zona eleitoral, cabendo ainda recurso junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). CONFERE LÁ
#bocadeurna3 - A eleição do desencanto chega ao primeiro turno com o voto útil como variável em alta. No Rio, 36% dos entrevistados pelo Datafolha entraram na semana decisiva abertos à possibilidade de mudar de candidato. Em São Paulo, 34%. Entre os gatilhos de mudança, ganha importância o mecanismo que leva o eleitor a abdicar do nome de sua preferência na expectativa de contribuir para um determinado resultado: forçar um segundo turno onde ele é dúvida, assegurar diversidade na etapa final, providenciar adversário competitivo para um líder inconteste. Em resumo, optar pelo que lhe parecer “menos ruim”. Renata Lo Prete, hoje no Globo.com

“Onde está o Meliante?”
    
Em um território menos sujeito à fiscalização, candidatos aproveitam para driblar a lei na internet e adotar duas práticas proibidas: as propagandas pagas, vedadas apenas na rede; e a publicidade apócrifa, proibida em qualquer ambiente durante a campanha eleitoral. O Globo, nesta quarta (28)

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Os micros-organismos-sapiens

Todas as riquezas do mundo, ainda mesmo nas mãos de um homem inteiramente devotado à ideia do progresso, jamais trarão o menor desenvolvimento moral para a Humanidade. Somente seres humanos excepcionais e irrepreensíveis suscitam ideias generosas e ações elevadas. Mas o dinheiro polui tudo e degrada sem piedade a pessoa humana. Não se pode comparar a generosidade de um Moisés, de um Jesus ou de um Gandhi com a generosidade de uma Fundação Carnegie qualquerAlbert Einstein em seu livro “Como vejo o mundo” 

A prisão de Antonio Palocci, ex-ministro da Fazenda e ex-chefe da Casa Civil, representa mais uma baixa na longa lista de petistas que chegaram ao poder com Luiz Inácio Lula da Silva em 2003 e que caíram por acusações de corrupção no mensalão, na Lava-Jato ou em ambos. Palocci é o 12º nome dessa lista, que inclui outros três ex-ministros, um ex-presidente da Câmara, um ex-líder do governo no Senado, um ex-presidente e um ex-vice do PT, três ex-tesoureiros da legenda e um ex-secretário-geral do partido. A narrativa construída pelos procuradores da Lava-Jato e pelo juiz Sérgio Moro, na opinião unânime dos petistas, leva direto ao ex-presidente Lula, que passa a ser o principal alvo a ser buscado, embora não se saiba em quanto tempo essa situação vá ocorrer. A 35ª fase da Lava-Jato levou para a prisão temporária em Curitiba o homem que, ao lado de Dirceu, permitiu que o ex-torneiro mecânico chegasse ao Planalto. Confira os principais nomes petistas que caíram ao longo dos últimos 13 anos:
José Dirceu - Chefe da Casa Civil no governo Lula. Foi condenado no mensalão e na Lava-Jato.
Antonio Palocci – min. da Fazenda no governo Lula e chefe da Casa Civil no governo Dilma. Preso pela Lava-Jato.
Guido Mantega – min. do Planejamento, da Fazenda e presidente do BNDES no governo Lula e min. da Fazenda no governo Dilma. Investigado na Lava-Jato.
João Paulo Cunha - Presidente da Câmara entre 2003 e 2004. Condenado no mensalão.
André Vargas - Vice-presidente do PT. Condenado na Lava-Jato e cassado na Câmara dos Deputados.
Delcídio do Amaral - Líder do governo Dilma no Senado. Réu na Lava-Jato.
José Genoino - Presidente do PT entre 2003 e julho de 2005. Condenado no mensalão.
Delúbio Soares - Ex-Tesoureiro do PT. Foi condenado no mensalão. É réu na Lava-Jato.
João Vaccari Neto - Tesoureiro do PT. Condenado na Lava-Jato.
Paulo Ferreira - Tesoureiro do PT. Investigado na Lava-Jato.
Silvinho Pereira - Ex-secretário-geral do PT. Investigado no mensalão e na Lava-Jato.
Paulo Bernardo – min. do Planejamento do governo Lula e das Comunicações no governo Dilma.
-Esse é um breviário da trajetória de vida do Divino e seus 12 apóstolos, Ops!, do Capo - e seus 12 asseclas - que dentre outras coisas, vaticinou: “Duvido que dentro do Ministério Público, da Polícia Federal ou o juiz Moro sejam mais honestos que eu. Eles podem ser iguais... Meu corpo estaria mais arrebentado que o corpo de Jesus Cristo depois de tantas chibatadas... Outro dia eu falei para eles: vocês são mais intolerantes que Herodes, que mandaram matar Jesus Cristo com medo de ele se tornar o que virou... Acho que só ganha de mim aqui no Brasil, Jesus Cristo. Pense num cabra conhecido e marcado nesse país”. Trechos de discursos de Lula, esta semana, em campanha política de seus aliados, no Nordeste.

Um não faz, dois é bom... três? - Cientistas anunciaram o nascimento do primeiro bebê no mundo com uma nova técnica de fertilização in vitro com "três pais", segundo a revista "New Scientist". O bebê Abrahim Hasan tem 5 meses e nasceu no México sob os cuidados da equipe do New Hope Fertility Center, de Nova York, ainda de acordo com a publicação. Uma outra técnica de fertilização com o DNA de três pessoas já foi utilizada de forma experimental no passado nos Estados Unidos, mas o método foi abandonado depois de recomendações de órgão regulatório [...].
A tecnologia consiste em extrair do óvulo da mãe a mitocôndria, ou seja, o gerador de energia da célula que é defeituoso, para substituí-lo por uma mitocôndria saudável de outra mulher. Depois de ter sido fecundado pelo esperma do pai no laboratório, o óvulo é implantado na mãe, e a gravidez pode, então, desenvolver-se normalmente... Esse procedimento trouxe muitas perguntas e levou a FDA [Food and Drug Administration] a pedir aos cientistas que abandonassem seu uso em seres humanos sem uma permissão especial. Leia na integra

Uma selfie daquilo que sempre quis dizer,
mas não sabia como
  

A Agência Espacial Europeia divulgou, nesta quarta-feira (14), o mais detalhado mapa da nossa galáxia, a Via Láctea. O trabalho de mapeamento, feito pelo satélite Gaia, inclui a localização de mais de 1 bilhão de estrelas... O mapa divulgado nesta quarta-feira é resultado de informações coletadas nos primeiros 14 meses de trabalho do satélite: de julho de 2014 a setembro de 2015. CONFERE LÁ
-Resumindo: aquilo que sempre quis demonstrar em palavras, mas não sabia como, a imagem revela: perante o Universo, nossa Humanidade não passa de um amontoado de micros-organismos-sapiens.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Brasil Pátria Mau Educada

A quem anda atordoado sem saber como e quando o Brasil vai sair desta crise, vale lembrar este diálogo de “Alice no País das Maravilhas”, do genial Lewis Carroll, romancista, poeta e matemático inglês:
-Onde fica a saída? - perguntou Alice ao Mestre Gato.
-Depende - respondeu o gato.
-De quê? - quis saber a mocinha.
-Depende de para onde você quer ir...

Ancelmo Gois/O Globo

#1. Em frente ao Diretório Acadêmico da faculdade de Pedagogia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e estudante Ingrid Talita explicava como os cortes nos investimentos da universidade vêm afetando a vida dos universitários. "Neste ano, já não tivemos auxílio para produzir a semana acadêmica, um evento em que realizamos uma série de debates e diversas atividades, prevista no calendário letivo da universidade”, disse. “Além disso, as bolsas de pesquisa não estão sendo repostas. Quando um aluno termina um projeto, a vaga fecha, não entra ninguém no lugar”, emendou Paula de Lima, estudante e bolsista de pesquisa da mesma faculdade. “Assim, aos poucos, as bolsas vão acabando”. [...].
Neste cenário de contenção de gastos que vem atingindo as universidades federais de todo o país há pelo menos dois anos, o ministério da Educação (MEC) anunciou a previsão de orçamento para o ano que vem. Para 2017, a previsão é de um corte de até 45% nos investimentos – que englobam obras, expansões e gastos com infraestrutura – e de até 20% no custeio, que é a verba usada, por exemplo, para pagar funcionários terceirizados, como os que fazem a limpeza e a segurança. CONFERE LÁ

#2. O professor brasileiro ganha, em média, 39% do que é pago para os mesmo profissionais nos países desenvolvidos, segundo dados da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) divulgados na manhã desta quinta-feira (15). Considerando o piso salarial nacional de 2014, o mínimo que um docente brasileiro dos anos iniciais receberia seria o equivalente a cerca de 12.200 dólares por ano. Em média, nos países da OCDE, o salário inicial de um docente do mesmo nível é de cerca de 31 mil dólares. Países como Suíça, Alemanha e Luxemburgo possuem salários iniciais superiores a 45 mil dólares por ano.
A análise faz parte do relatório "Education at a Glance 2016", que conta com dados do Brasil e de mais 40 países. Segundo a OCDE, a maioria dos dados educacionais são referentes ao ano de 2014 e os dados financeiros são relativos a 2013. Em 2016 o salário base nacional passou para R$ 2.135,64. Entretanto, diversos sindicatos e entidades de classe questionam a aplicação, apontando que ele não é cumprido em todos os estados. CONFERE LÁ

Nota de rodapé - A crise financeira tem castigado o ensino privado no Rio. Todo ano, colégios são fechados devido à inadimplência, que também leva à perda de alunos. Segundo dados do Censo Escolar do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), entre 2013 e 2015, depois de um período de crescimento do setor, o município perdeu 218 escolas particulares — o total caiu de 2.039 para 1.821 unidades. Além disso, cerca de 20% dos alunos do ensino médio deixaram a rede privada — o número de estudantes nas salas recuou de 81.157 para 65.261. Leia na íntegra

Nem tudo que reluz é ouro

"É irresponsável dizer sim a essa candidatura. (...) Não temos nada contra as Olimpíadas, mas elas viraram um negócio. Não às Olimpíadas dos tijolos. Na prática, elas são uma espécie de cheque em branco assinado pelos países-sede. As Olimpíadas são um sonho que se torna pesadelo. É um negócio para os grandes lobbies, os grandes construtores" Virginia Raggi, prefeita de Roma, explicando por que a capital italiana abriu mão da candidatura para sediar a Olimpíada de 2024. Fonte O Antagonista

  
Comitê Rio 2016 fará recall de medalhas descascadas - O Comitê Rio 2016 vai fazer um recall das medalhas descascadas conquistadas na Olimpíada e na Paralimpíada. Como a coluna noticiou, várias delas — de ouro, prata e bronze — estão apresentando falhas na pintura. Para se ter uma ideia, quase todas as nove medalhas que o nadador Daniel Dias ganhou, há menos de dez dias, estão com esse problema.
Segue a história: Os casos conhecidos até agora são de esportistas brasileiros, mas tudo leva a crer que também há medalhas descascando entre os atletas que as conquistaram e já voltaram para seus países. Os comitês vão enviá-las para a Casa da Moeda, que providenciará a troca. Cleo Guimarães/O Globo, domingo (25)

Problemas a vista - A Operação Lava Jato acrescentou mais um item à lista de carências do sistema penitenciário brasileiro: faltam celas para casais condenados pela ladroagem do Petrolão. Se existissem, a prisão não separaria duplas que agiram com tanta harmonia enquanto durou o grande assalto à Petrobras.
O marqueteiro João Santana e sua mulher Mônica Moura, por exemplo, viram-se forçados a trocar uma principesca suíte no Caribe pelas modestíssimas camas individuais da gaiola em Curitiba. Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann seguem lutando na Justiça pela preservação do direito de dividir o mesmo quarto.
A fila acaba de incorporar Luiz Inácio e Marisa Letícia Lula da Silva, transformados em réus pelo juiz Sérgio Moro. Algum amigo caridoso deveria lembrar ao casal em perigo que os presídios são desprovidos de celas mistas. Pior: celas comuns não podem ser reformadas pela OAS. Nem pela Odebrecht. CONFERE LÁ
Problemas a prazo - Quem conhece o ministro Teori Zavascki garante que as denúncias de Sérgio Machado, sobre a tentativa dos peemedebistas de freiar a Lava Jato, não ficarão na “bacia das almas”. A consequência pode até demorar um pouco, mas não tardará ao ponto de cair no esquecimento.
O que está adiantado, mas não nas mãos de Teori Zavaski é o caso do ex-ministro Antonio Palocci e da ex-ministra Erenice Guerra. No STF, vem por aí também a denúncia contra a ex-ministra Gleisi Hoffmann. A Casa Civil durante todo o governo Lula/Dilma parece mesmo ter sido um lugar amaldiçoado. Denise Rothenburg/Correio Braziliense

Delação despremiada” - Eike Batista sempre inovando. No meio jurídico, a gaiatice era que o empresário inventou a “delação despremiada”, ao confessar um crime sem receber nada em troca. Ele, como se sabe, disse que simulou um contrato com a empresa do marqueteiro João Santana para atender ao pedido de Guido Mantega de repassar para o PT uns R$ 5 milhões. Ancelmo Gois/O Globo
Só que: A determinação do juiz federal Sergio Moro para a deflagração da Operação Arquivo X, da Lava Jato, ocorreu no dia 16 de agosto. A realização, feita mais de um mês depois, deu tempo para a Polícia Federal preparar a logística da nova fase, que tem como alvos principais o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega e doações de fornecedoras da Petrobras para o PT. No mandado para a OSX Construção Naval, empresa de Eike Batista, Moro autoriza a Polícia Federal a realizar a apreensão de todos os documentos e registros contábeis dos pagamentos efetuados a empresas relacionadas ao marqueteiro João Santana e de sua mulher, Mônica Regina Cunha Moura. CONFERE LÁ

A vingança é um prato que se come frio,
nas quadras geladas de Moscou

Um novo escândalo de doping pode abalar o esporte mundial e alguma de suas principais estrelas. Nesta terça-feira, um grupo de hackers russos, identificado como Fancy Bears, divulgou documentos que seriam exames vazados da Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês). Os hackers, que dizem “lutar pelo fair play e pelo esporte limpo”, acusam a entidade de acobertar casos de doping de atletas dos Estados Unidos, incluindo a ginasta Simone Biles e as irmãs tenistas Serena e Venus Williams. CONFERE LÁ

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

"omertà"

"Não olvida o julgador que, entre os acusados, encontra-se ex-Presidente da República, com o que a propositura da denúncia e o seu recebimento podem dar azo a celeumas de toda a espécie. Tais celeumas, porém, ocorrem fora do processo. Dentro, o que se espera é observância estrita do devido processo legal, independentemente do cargo outrora ocupado pelo acusado.

É durante o trâmite da ação penal que o ex-Presidente poderá exercer livremente a sua defesa, assim como será durante ele que caberá à Acusação produzir a prova acima de qualquer dúvida razoável de suas alegações caso pretenda a condenação. O processo é, portanto, uma oportunidade para ambas as partes" Trecho do despacho de Sergio Moro no acatamento da denuncia de Lula 

"Vultuosos valores ilícitos" - A nota da PF sobre a Omertà diz:
Há indícios de que o ex-ministro (Antonio Palocci) atuou de forma direta a propiciar vantagens econômicas ao grupo empresarial (Odebrecht) nas mais diversas áreas de contratação com o Poder Público, tendo sido ele próprio e personagens de seu grupo político (PT) beneficiados com vultosos valores ilícitos.”
As investigações apontam ainda que dentre as negociações estão tratativas entre o grupo Odebrecht e o ex-ministro para a tentativa de aprovação do projeto de lei de conversão da MP 460/2009, que resultaria em imensos benefícios fiscais, aumento da linha de crédito junto ao BNDES para país africano com a qual a empresa tinha relações comerciais (E Lula? E Franklin Martins?), além de interferência em licitações da Petrobras para aquisição de 21 navios sonda para exploração da camada pré-sal.
“Angola é Lula”... Antonio Palocci recebeu propina para que o BNDES liberasse empréstimos à Odebrecht em Angola. Angola é Lula. Angola é João Santana. Angola é Franklin Martins.
Em 2012, ao fazer uma reportagem em Angola sobre a participação de João Santana na eleição local, a BBC “ouviu de pessoas próximas à cúpula do MPLA, o partido do presidente angolano, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi decisivo para a sua escolha como chefe da campanha. Lula esteve no país em junho de 2011, quando se reuniu no mesmo dia com o presidente angolano e com o então presidente da Odebrecht, Emílio Odebrecht. Naquela viagem, paga pela Odebrecht, Lula ainda visitou uma obra da empresa”.
Casa Civil na cadeia - Além de Antonio Palocci, a PF prendeu também seus dois principais assessores na Casa Civil, Juscelino Dourado e Branislav Kontic.
“Defesa unida jamais será vencida” - Antonio Palocci tem o mesmo advogado de Lula e de Guido Mantega. Na máfia, um criminoso protege o outro. Esse é o significado de omertà.
Palocci no BNDES (e Lula?) - O mandado de prisão contra Antonio Palocci acusa-o de envolvimento em fraude para empréstimo do BNDES a um país africano. A ordem partiu do comandante máximo?
O Antagonista

Nota de rodapé – Omertà (do latim humilitas; "humildade") é um termo da língua napolitana que define um código de honra de organizações mafiosas do Sul da Itália. Fundamenta-se num forte sentido de família e num voto de silêncio que impede cooperar com autoridades policiais ou judiciárias, seja em direta relação pessoal como quando fatos envolvem terceiros. A omertà existe além do Sul da Itália peninsular também nas três grandes ilhas: Sicília, Sardenha e Córsega – fonte wikipédia

Eduardo Cunha dirá em livro que impeachment foi golpe

Ressentido e com a faca nos dentes, Eduardo Cunha bancará no livro que promete lançar em dezembro que o impeachment de Dilma Rousseff foi um "golpe parlamentar".
Antes que os petistas se animem por ter encontrado um companheiro para gritar contra o "golpe", um alerta: o notório deputado cassado sustentará que foi exatamente o que aconteceu com Fernando Collor, em 1992 — um "golpe parlamentar", mas com o apoio incondicional do PT.
Neste livro, o objetivo é fustigar o governo Temer. Interlocutores de Cunha relatam que o ex-deputado está dividindo o jogo entre "eu" e "eles".
A propósito, Cunha não vai escrever um, mas dois livros. O segundo, que ele pretende lançar no início de 2017, já tem até nome, "Delação não premiada". Nesse, promete contar tudo sobre os seus desafetos e proteger sua turma.
A interlocutores diz que já separou sua agenda de compromissos dos últimos anos e afiou sua (boa) memória para contar histórias pouco republicanas, dando o nome aos bois.
Nem é preciso dizer que os 67 deputados (a soma dos que votaram contra a sua cassação mais os que abstiveram e os que não tiveram a coragem de pisar na Câmara para votar) que ficaram com ele até o fim contarão com largos lapsos de sua memória para ações heterodoxas de que tenham participado.
Cunha recebeu "nãos" de várias editoras com quem quis negociar. Com três, contudo, foram iniciadas conversas — Planeta, Geração e Matrix.
Só que um ponto emperra o fechamento de qualquer contrato, por enquanto. Cunha, que nunca pôde ser acusado de pensar pequeno, pede um adiantamento de estratosféricos R$ 1 milhão de reais e mais 20% sobre cada livro vendido.
Qual o problema? Tal adiantamento está completamente fora da realidade do mercado editorial brasileiro. Mais: o percentual sobre o preço de capa varia entre 10% e 15%. O que Cunha pede neste quesito nem J. K. Rowling, autora de Harry Potter, recebe.
Desconfiado, Eduardo Cunha não conta aos editores com quem negocia que bombas explodirá nos dois livros.
Mostra apenas uma vaga apresentação de quatro páginas do que pretende fazer. Há também um problema adicional para a publicação desse segundo volume: se Cunha for em cana, dificilmente o livro sairá.

A razão é óbvia. Se for preso, é improvável que não faça uma delação premiada. E não há chance de uma delação ser compatível com um livro de revelações, ao menos neste primeiro momento. Lauro Jardim/O Globo, domingo 25

Q&M “O Retorno”

Ao contrário do Governo anterior, que não sabíamos por onde andava (ainda bem, porque quem sabia não era cumpanhêro, mas comparsa), temos agora um Governo que indica todos os dias o que vai fazer. Às segundas, quartas e sextas, anuncia providências; às terças, quintas e sábados, se desmente, ou adia o que era urgente. Aos domingos imagina novos planosCarlos Brickmann

O plenário do Tribunal de Contas da União determinou na quarta-feira (21) o bloqueio de R$ 960 milhões das empreiteiras Queiroz Galvão e Iesa. As duas empresas são suspeitas de terem se beneficiado de superfaturamento em obras da refinaria Abreu e Lima, em construção em Pernambuco. O TCU também determinou o bloqueio de bens do ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, e do ex-diretor da estatal, Renato Duque, suspeitos de envolvimento nas irregularidades. Eles já tinham tido bens bloqueados em outras decisões do tribunal envolvendo obras e negócios da Petrobras. CONFERE LÁ
Em setembro, porém, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, desbloqueou bens de OAS e Odebrecht que o TCU havia tornado indisponíveis. Na decisão envolvendo a OAS, Mello questionou o poder do TCU para bloquear bens de empresas particulares e concordou que a medida coloca em risco a própria sobrevivência da construtora, que está em recuperação judicial... o ministro Benjamin Zymler contestou, em plenário, a decisão do ministro do STF. Ele avaliou que há um "enorme risco para o erério de não recuperação desse débito em razão da situação em que [as empresas envolvidas na Lava Jato] se encontram." CONFERE LÁ

TáFeiaAcoisa1 - Moradores e veranistas da praia do Peró, em Cabo Frio, estão se organizando para... comprar um bolo de aniversário. É para marcar o quarto aniversário, em novembro, do prédio construído na Praça do Moinho para ser um posto da PM. A praia é oficialmente candidata ao certificado internacional Bandeira Azul. E segurança é um dos requisitos que têm que ser cumpridos nos próximos dois anos. O 25º BPM, que há dois meses está com as chaves do prédio, garante que as obras começam depois das eleições. A conferir. Ancelmo Gois/O Globo
TáFeiaAcoisa2 - O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio, decretou a prisão domiciliar de Otávio Azevedo, Clóvis Peixoto Primo e Flávio Barra — todos ex-executivos da Andrade Gutierrez — após a condenação definitiva dos três, mas apenas o primeiro usará neste momento tornozeleira eletrônica. Clóvis e Flávio foram beneficiados pela falta de tornozeleiras eletrônicas disponíveis no Rio de Janeiro e em São Paulo, respectivamente. A prisão de Azevedo é fiscalizada pela 13ª Vara Federal, em Curitiba. O Paraná tem tornozeleiras. Lauro Jardim/o Globo
TáFeiaAcoisa3 - O Observatório da Prostituição, projeto da IPPUR-UFRJ, divulgou, ontem, um primeiro relatório sobre a Rio-2016. Diz lá que, durante os Jogos Olímpicos, houve aumento no número de mulheres trabalhando nos diversos pontos de prostituição da cidade. “Só que esse aumento na oferta não parece ter gerado um aumento na demanda”, diz um trecho. Ancelmo Gois/O Globo
No mais... O governo da Bolívia já informou ao Itamarati que o embaixador José Kinn Franco está voltando a Brasília. Evo Morales havia chamado Kinn para consultas após a posse de Temer. Agora, baixou a bola do seu bolivarianismo. Adotou o pragmatismo. O Equador ainda mantém a posição tomada contra o "governo golpista". E a Venezuela é um problema maior: o país não tem embaixador em Brasília. Lauro Jardim/O Globo
-Evo é doido, mas não é maluco; Rafael Correa é maluco, mas não é doido. Já Maduro é maluco e doido. Tem as mesmas desarmonias psicomentais que Lula da Silva. 

A Justiça Federal homologou um acordo entre a OAS e o Ministério Público Federal no âmbito da Operação Greenfield, no qual a empreiteira promete, como garantia, separar R$ 240 milhões para recompor possíveis prejuízos financeiros de fundos de pensão. A Greenfield apura irregularidades nos quatro maiores fundos do país: a Funcef (Caixa), a Petros (Petrobras), a Previ (Banco do Brasil) e o Postalis (Correios). Como mostrou o Blog, balanços recentes dos fundos apontam um rombo de R$ 50 bilhões, sendo R$ 8 bilhões suspeitos de gestão fraudulenta.
Com a homologação, a empresa não terá mais algumas sanções impostas a ela após a operação ser deflagrada, como o bloqueio de bens e contas bancárias. Contudo, ressalva determinada pelo juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal em Brasília, afirma que as medidas só serão suspensas depois que os R$ 240 milhões forem reservados em processo de recuperação judicial da OAS. CONFERE LÁ
-Cá pra nós, se os caras pretendem, “separar R$ 240 milhões para recompor possíveis prejuízos financeiros de fundos de pensão”, é porque a grana desviada deve beirar os bilhões, né não! 

Pra começar bem o retorno do blog


“Pensando bem, o tour de Lula para apoiar candidatos a prefeito do PT começa pelo Nordeste, mas tem tudo para acabar em Curitiba.” Cláudio Humberto, por Carlos Brickmann/Veja

A cantora Anitta, 23 anos, teve de remarcar toda a agenda, de sábado até a segunda que vem. O motivo? A formação de um edema num cisto das cordas vocais da artista, que, por indicação médica, terá de fazer um repouso vocal absoluto por uma semana. A cantora está medicada e sem falar no momento, numa tentativa de reduzir o cisto e, com isso, evitar uma possível cirurgia nas cordas vocais. Tiveram de ser remarcados os shows delas em Vitória (ES), Resende (RJ) e Igarassu (PE). Ancelmo Gois/O Globo
-A surpresa é saber que Anitta tem corddas voccais 

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Tempo

O tempo não existe; só existe um instante eterno. O sol sai e se oculta; e entre o sair e o ocultar-se, colocamos nossas horas que são uma fantasia e nada mais. Porque entre o amanhecer e o entardecer não há horas. Todos esses processos se realizam de instante em instante, de momento em momentoSamael Aun Weor escritor 

   
#1. Desde o século passado sempre me chamou a atenção o fenômeno chamado tempo (porque para alguns é mágico); as circunstâncias da vida me permitiram ter o espaço e o tempo para investigá-lo e experimentá-lo..,. Por outro lado, em minhas pesquisas antropológicas aprendi que um grande desafio que se apresenta aos seres humanos é o saber esperar, mas sem cair na enfermidade do amanhã ou procrastinação. [...]
E em meio dessa luta entre paciência e tempo se debatem as pessoas de todos níveis: o enfermo que luta pela vida na UTI; o atleta que corre para superar a marca; o homem de negócios que se preocupa com os vertiginosos câmbios na Bolsa de Valores; a mulher grávida que espera nove meses para o nascimento de seu filho amado; o ancião que observa o passar dos anos em sua cadeira de rodas; e o condenado que espera o cumprimento de sua pena de morte.
Não quero nada mais escrever nesse prefácio [...]  somente quero estimular [algumas], reflexões:
“Após quarenta anos de pesquisas, cheguei à conclusão que, além do paradigma que dita que o tempo é dinheiro, está, acima de todo outro: o tempo é vida. Sinto que meu caminho estava errado quando quis administrar o tempo. Descobri que o rumo verdadeiro está em aprender a administrar a vida.”
“Todo conceito de tempo é relativo. Corresponde a cada pessoa descobrir sua própria verdade. Lembro-me nesse momento de Immanuel Kant, o autor de Crítica da Razão Pura, obra onde encontrei estas palavras: O tempo é a grande mentira dos homens”.
Trechos do prefácio do livro “A saga de Cronos” de Fernando Salazar Bañol
#2. Se você falar sobre criança, todo mundo quer ajudar. Mas velhice não é um tema charmoso num país que assimilou o culto à juventude. Como ela é considerada uma espécie de antessala da morte, a reação em geral é não querer pensar. É comum a ideia de que a velhice é uma tragédia que se abate sobre os outros, nunca sobre nós. Mas é melhor encará-la de frente, desmistificá-la e se preparar para uma velhice ativa, independente e autônoma. Nos próximos 50 anos, cerca de um terço da população brasileira terá mais de 60 anos. A velhice agora é nossa realidade demográfica, quanto mais a negarmos mais pesada ela será. E o Brasil está despreparado. Muitos só pensam quando surgem as limitações físicas e mentais, mas a boa velhice começa na juventude
Marta Pessoa, uma das criadoras do <mundoprateado.com>, em entrevista a Mauro Ventura/Revista O Globo
  
“Retrato”
 
Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios,
nem o lábio amargo.

Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração
que nem se mostra.

Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
- Em que espelho ficou perdida a minha face?
Cecília Meireles

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Eleissões

“-Quando ouço político dizer que não consegue fazer o que precisa fazer, dadas as leis ruins, tenho certeza de que ele não quer fazer nada.
-Não sei se todos entenderam o que aconteceu nessa questão envolvendo a anistia do caixa dois. A safadeza não prosperou por pouco.
-Disseram que iriam criminalizar o caixa dois (a princípio, um endurecimento) No entanto, incluiriam uma anistia relativa a fatos passados.
-Sei que serei criticada por dizer isso, mas acho melhor não alterar a legislação, neste clima de crise. Eles são bem mais espertos que nós.
-Vão tentar emplacar o projeto referente ao abuso de autoridade. Reparem como os críticos dos Procuradores da Lavajato defendem esse projeto!
-Advogo há vinte anos, infelizmente, presenciei muito abuso de autoridade. Nunca antes neste país, poderosos se preocuparam com esses abusos.

-Eu respeito o trabalho de quem busca mudar as leis, mas, infelizmente, não me iludo com esse caminho. Precisamos mudar as mentes!” Janaina Paschoal em sua conta no twitter ‏@JanainaDoBrasil

#1. O número de candidatos que usam o título de pastor no nome de urna cresceu 25% em comparação com as últimas eleições municipais, em 2012, segundo os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Em 2016, 2.759 candidatos utilizam a palavra “pastor” no nome de campanha, 557, “pastora” e 15 usam variações como “pastorzinho” e “pastorzão”. Outros 39 candidatos utilizam nome em referência a outro pastor, como por exemplo “Raquel do Pastor João”.
Também estão concorrendo 2.186 candidatos registrados como “irmão” e 841 como “irmã”. Existem 150 candidatos que utilizam o termo "padre" antes do nome e 44 políticos que utilizam algum padre como referência no nome da urna. Há ainda 63 "pais", 37 "mães", seis "freis" e 62 "bispos", totalizando mais de 6.600 nomes com referências religiosas diretas. CONFERE LÁ
#2. Eduardo Cunha vai mal nas redes sociais e pode ter perdido uma chance incrível de aproveitar os últimos 18 meses, em que esteve na crista da onda, a cada denúncia de corrupção ou canetada na Câmara. Embora no passado Cunha tenha usado os serviços de uma empresa especializada em marketing digital, o fato é que ele está longe de ter bons números nas redes para os padrões de políticos.
No Facebook, tem apenas 263 mil seguidores, menos até do que um deputado estadual com destaque nacional, como Marcelo Freixo, que tem 496 mil. E muito menos de seu ex-colega e ex-aliado Jair Bolsonaro, que faz suas pirotecnias para uma plateia de 3,3 milhões de pessoas no Facebook... Lauro Jardim/O Globo
-O que, em verdade, espanta são os “263 mil seguidores”... Não é bolinho não!
#3. A coligação de Haddad vai fazer um “suplizaço”. Todos os candidatos vão ceder seu tempo, por um dia, ao ex-senador, que é candidato a vereador. A intenção é alavancar a campanha dos candidatos petistas. “Ele é nosso centroavante, vamos colocá-lo no ataque para ver se ele faz mais gols”, disse à coluna o ex-ministro Antonio Carlos Rodrigues - Sonia Racy/Estadão
-Um cara que era senador e concorre a uma vaga de vereador, só pode fazer gol contra, né não?
#4. Integrantes da direção estadual do PT de São Paulo já enviaram sinais a Marta Suplicy de que, sem Fernando Haddad no segundo turno, estarão com ela. Mas não será um apoio em massa. A tendência num segundo turno com Marta e Celso Russomanno é o partido rachar. Certeza mesmo só que nenhum petista apoiará João Dória.
-E tem neguinho que ainda acredita que o “sufrágio universal” é uma condicionante à “democracia”!

Nota de rodapé: O título tá errado não, é “Eleissões” mesmo. Uma homenagem ao PET - Processo Eleitoral Tupiniquim e a dēmokratía brasileira.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

“Brasil leva ouro nas Corruptopíadas”

Relatos como o do empresário Leo Pinheiro não são assustadores porque todo mundo já desconfiava que era assim que a “banda tocava”, mas cada vez que se ouve uma coisa dessas, a gente fica espantada. Como pode o Congresso Nacional pode funcionar assim? Parece que os políticos perderam a cerimônia e a vergonha. Qualquer coisa está à venda no Congresso. Essa corrupção disseminada e organizada não existia há 20, 30 anos; é uma coisa novaMerval Pereira/O Globo

Com mais de mil contas a serem investigadas e o maior volume de dinheiro já bloqueado pelas autoridades locais, o Ministério Público da Suíça criou a maior operação anticorrupção de sua história e uma força-tarefa própria para investigar os crimes ligados à Operação Lava Jato.
E o resultado surpreende: o esquema de desvios na Petrobras já é o maior escândalo de corrupção identificado no sistema financeiro do país europeu, superando casos envolvendo ditadores de longa data e mesmo o recente episódio da Fifa.
País que registra os depósitos de um terço da fortuna mundial privada, a Suíça tem em seus bancos cerca de US$ 2,8 trilhões em ativos. Nos escritórios da Procuradoria em Lausanne e em Berna, o caso envolvendo a estatal brasileira vem ocupando um espaço considerável.
A complexidade das estruturas bancárias montadas para esconder o dinheiro elaborada por empresas e políticos brasileiros fez os suíços darem um tratamento inédito à investigação. Além de mais de cinco procuradores, a Lava Jato suíça vai contar com analistas forenses do mercado financeiros, especialistas em cooperação internacional, membros da polícia criminal e funcionários da administração federal. [...].
Até agora, mais de US$ 800 milhões já foram bloqueados em conexão com a Lava Jato. Parte desses recursos estava vinculada a ex-diretores da Petrobras, empresas controladas pela empreiteira Odebrecht, doleiros, intermediários de diferentes partidos brasileiros e políticos, como o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Os valores congelados superam todos os demais casos já investigados pelos suíços. Até hoje, o recorde havia sido o congelamento, em 1998, de US$ 650 milhões em nome de Ferdinand Marcos, das Filipinas, em preços atualizados. Nos anos 1990, o ditador nigeriano Sani Abacha teve US$ 620 milhões bloqueados nos bancos suíços. Comemore na íntegra
Da série “O Fantasma da Câmara” - Mistério em Brasília. Quem foi o autor da emenda que pretendia conceder anistia aos políticos que se beneficiaram de dinheiro de caixa 2 nas eleições passadas? Quem se movimentou pra colocar isso na pauta de votações da Câmara? Nenhum deputado admite saber. Mas o risco do projeto voltar a plenário é grande. CONFERE LÁ